Ciência: Quasar

Quasar
Quasar

Os quasares (abreviatura de Quasi stelars objectus, do latim Objetos quase estelares) são objetos de extrema luminosidade, encontrados nos confins do Universo conhecido, mais precisamente a partir de dois bilhões de anos-luz da Terra (a maioria dominante dos quasares, entretanto, está a mais de dez bilhões de anos-luz). Devido ao fato de estarem tão distantes, não é possível saber, ao certo, o que é um quasar, mas acredita-se que sejam núcleos galácticos ativados por buracos negros super-maciços, que absorvem gás e poeira da galáxia, liberando, no processo, energia muito superior à liberada pela fusão nuclear.

Quasar
Quasar

No ano de 1999, Edwin Ernest Salpeter e Yakov Borisovich Zel’dovich lançaram a teoria de que os quasares não são na verdade galáxias activas, mas apenas objectos associados a galáxias activas. Embora esta teoria seja a mais aceita, já foram encontrados quasares dispersos, isto é, sem galáxias próximas – sugerindo que a relação entre os quasares e as galáxias não seja obrigatória e que os quasares e as galáxias não sejam um único objecto.

Quasar
Quasar

Aparentemente, os quasares são semelhantes às estrelas, mas sua estrutura real é semelhante à de uma galáxia activa e sua massa é ligeiramente maior do que a de qualquer outro corpo celeste já catalogado.

Os quasares são fortes emissores de ondas de rádio e colossais emissores de luz. Tais características, combinadas, indicam que os quasares possuem grande quantidade de partículas de altíssima energia. Outro aspecto interessante é que muitos quasares liberam imensos jatos de partículas radioativas. O quasar 3C 273 é o quasar mais brilhante já observado, e está a aproximadamente dois bilhões de anos-luz daTerra.

A maioria dos quasares já observados possui um forte desvio para o vermelho no espectro, indicando que estão se movimentando muito rapidamente, provavelmente a uma velocidade superior a 50 mil km/s, o que, pela Lei de Hubble, leva a entender que estão muito distantes. Outra conclusão devida é que se formam num período muito recente da considerada formação do universo.

Mas, há um problema grave na teoria a respeito dos quasares: por que não se formam quasares mais perto da Terra? Poderia haver quasares bem mais próximos. Uma das explicações aceitas é a de que só haveria galáxias ativas no início da formação do universo, porque elas eram novas e ainda havia matéria próxima aos seus buracos negros para alimentá-los. No decorrer de sua existência, essa matéria de acréscimo para buracos negros acabou parando de alimentar o sistema que gera a energia colossal. Mas, ainda fica a dúvida, pois novas galáxias estão sempre se formando, pelo encontro e consequente junção de galáxias menores, e isso deveria reacender o sistema fornecedor de energia dos quasares.

Quasar, o gigante misterioso. Seu mistério só é maior do que a sua grandeza. Tão distantes e mesmo assim sua presença é notada e sua existência causa interesse e curiosidade a nós, seres minúsculos do universo. Talvez nunca saibamos o que é um quasar. Talvez não seja nada. Talvez seja uma galáxia ou um universo inteiro. Talvez seja uma dimensão ou portal. Talvez seja o que achamos que seja ou seja o que nunca imaginamos que fosse, mas é essa a maior beleza do quasar. Por isso, nosso blog tem como o Quasar nosso símbolo. O grande nada que é maior que tudo.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é esquecido.

Por Akanadin.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s