Crítica: Watchmen – Versão do Diretor

Watchmen - The Movie
Watchmen - The Movie

Enfim, Watchmen.

Sendo curto e grosso, a versão do diretor não tem nada demais. Somente a cena do interrogatório da Espectral e a Morte de Holis Manson são significantes, mas no geral, não é melhor que a versão do cinema, então, vamos a ela.

Watchmen, a versão original, a versão dos quadrinhos, é uma história impecável. Os detalhes muito bem trabalhados tornam sua leitura muito boa, mas no filme esses detalhes desaparecem. Atalhos são usados para que o público em geral compreenda mais fácil e cenas são mostradas sem nexo e sem explicação. Por exemplo: Quem viu no cinema não sabe porque a máscara do Rorschach tinha aquelas manchas que se mexiam ou o motivo daquele tigre branco no final.

O filme tem violência onde não devia ter e não tem violência onde devia. A cena de estrupo, por exemplo, é limpa e sme nexo, mas Coruja e Espectral socam os ladrões e os ossos deles saem da pele. Eles tem super-força? É o que conclui  a maioria sã. Não. Eles não tem… Ou não deviam ter… Enfim, esses erros estão em toda parte do filme.

Watchmen consegue ter a cena de sexo mais constrangedora e cômica da história. Há coisas nas histórias em quadrinhos que não funcionam no cinema. Como o pinto azul do Manhatan. No cinema, motivo de piada total. Eu ri. XD

O diálogo em Marte foi encurtado e ficou desnecessário. Se o diretor não perdesse tempo com tantas cenas em camera-lenta, esses erros não existiriam.

O maior defeito foi o final. Quem assistiu no cinema achou demais, mas esse final é ilógico e ofende a obra de Alan Moore. Se era para fazer um final mais realista, tudo bem, mas o sentido do final mudou. Na obra original, o mundo alcançava a paz por causa de uma ameaça alienígena criada por Ozzymandias e não por um peido azul do Dr. Manhattan. Em vez de medo de uma ameaça alienígena, o mundo se uniu por causa de um falso deus azul.

Mas o filme tem coisas boas também. Rorsarch e Comediante carregam o filme nas costas. O visual do filme está impecável. Enfim, como filme isolado é bom, mas como adaptação deixa muito a desejar. Como diria nerds a um ano atrás: “Essa história é inadaptável!”. E se propou bem verdadeira essa afirmação, no final das contas.

Enfim, Watchmen se foi. R.I.P. Pelo menos não vão mais falar em adaptar. 🙂

Nota 6,5 para o filme. É bom, mas não se compara com o original.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é uma piada.

Por Akanadin.

5 comments

  1. Slow-Motion ficou muito bom em 300, por ser um filme de guerra, épico medieval, mas em Watchmen ficou muito desnecessário e desperdiça muito do tempo.
    Esse Snyder é um fanfarrão.:)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s