Crítica: Distrito 9

Distrito 9
Distrito 9

Rápido e mortal: O filme tem uma proposto genial. Creio que nunca abordaram alienígenas desta forma. Foi bem criativo e inovador. O filme é sujo, inteligente, sagaz, criativo, etc… O filme começa como um documentário e depois vira filme de ação. Tem umas cenas nojentas, estilo filme de alienígena trash, mas são mais bem-feitas, tipo, para deixar quem está assistindo enojado. Falando nisso, o nazismo dos humanos para com os alienígenas é fodz, obrigando os aliens a terem uma vida miserável, vítimas de violência e racismo em uma favela que chama-se Distrito 9. Crueldade e mortes rolam soltas. Violência e palavrão. E o melhor: Sci-fi. Eu amo Sci-Fi.

 

Distrito 9 - Aliens Keep Out
Distrito 9 - Aliens! Keep Out

 

Um defeito do filme é que o final fica em aberto. Tenho raiva de finais assim. Final em aberto somente para filmes que terão seqüência, que parece não ser o caso de Distrito 9. Já pensou Distrito 9 2? Ficaria estranho e bizarro. Não há personagens marcantes. Há o protagonista, o tenente do esquadrão de elite e o alienígena com quem o personagem interage, mais seu filho e um chefe negro do tráfico. Os aliens aparecem logo de cara, não tendo impacto sua aparição. A melhor cena de ação do filme é protagonisada por um robô. Faltou mais cenas OMG no filme, mas foi muito bom.

A questão humanos e alienígenas podia ser bem mais explorada, mas o filme é excelente.

Nota 10 para o filme.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é Alien “Camarão”.

Por Akanadin.

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s