Bignada Story Especial – Amazonas Film Festival: O Bignada Quasar esteve lá – Akanadin e Surucucucu penetraram na cerimômina de encerramento

Amazonas Film Festival: O Bignada Quasar esteve lá – Akanadin e Surucucucu penetraram na cerimômina de encerramento.

 

Amazonas Film Festival
Amazonas Film Festival

 

Nessa semana, aconteceu um dos maiores eventos cinematográficos de tudo o Brasil, se não do mundo, realizado em todo o Teatro Amazonas. Brasileiros, americanos, franceses, italianos e outros pessoas de outros países foram prestigiar e participar do evento.

Celebridades Presente:

Rita Cardillac

Davi Assayag

Mulher dele vestida de índia

Homem-Aranha

Rambo

Preta Gil

Malagueta

etc…

Prólogo

Bom, nós não estivemos no início e não depois disso, mas estivemos na véspera do encerramento e no encerramento.

No penúltimo dia de Festival, tivemos uma performance  protagonisada por Rita Cardillac. O motivo: Ela foi prestigiar o filme do Chacrinha: “Alô Alô Teresinha!”. Sua performance envolveu escolher dois homens da platéia Surucucucu queria muito e estava em pé e leva-los ao palco. Ela escolheu dois caras aleartórios pinguços. No palco, cada um teve que falar no ouvido dela o que queria se vencesse. Não sabemos o que eles disseram, mas a reação dela foi bem expressiva. 🙂

Enfim, eles dançaram no palco duas músicas dela e no final eles ganharam um abacaxi cada um e beijaram a bunda dela. Normal.

Em seguida, o filme do Chacrinha que será falado em outro post.

 

Amazonas Film Festival - Teatro Amazonas
Amazonas Film Festival - Teatro Amazonas

 

Amazonas Film Festival

A aventura começa aqui.

Primeiramente eu resolvi ir sozinho ao festival, mas tendo visto um grande potencial, eu entrei em contato com Josymandias Surucucu.Em 15 minutos ele chegou. Ficamos vendo a premiação do dos diretores dos curta-metragens. Fiquei desapontado por não mostrarem um review dos filmes no telão, mas anotei o título dos principais vencedores.

Green.

Gruj… ?

Casa dos Mortos.

Guerra de Arthur.

Picolé do Homem-Aranha.

Etc…

Destaque para o Homem-Aranha que revelou sua identidade no palco. Um simpático velhinho que fez o curta “Picolé do Homem-Aranha”. Também estava prestigiando o show: “Rambu da Amazonia”. Muito fodz. Davi Asayg, sei lá como escreve, também estava lá. Um incidente interessante foi a mulher dele vestida do índia que passou por nós enquanto estavamos sentados. Ela engatou em Surucucu e foi difícil se soltar, tendo que tirar parte de sua “fantasia”. Em um grande mal-entendido, Surucucu pensou que eu fosse passar a mão no traseiro dela. Numa tentativa de me deter, sem saber que nada eu ia fazer, uma loira, possivelmente segurança/personale  trainer/amiga/amante da índia Asayag, deu um tapa na mão de Surucucu para que ele não imaculasse a “pureza” da índia. HAHAHAHAHAHAHA! Essa foi inesquecível. 🙂

Enfim, vários diretores foram premiados com o troféu “Galinha Gabidela”. Também houve o prêmio “Salame”. É comparável com o M, creio eu, prêmio de participação. 🙂

Após a entrega de prêmios.

Rita Cardillac estava prestigiando o festival na área VIP, bem pertinho do palco. Ao redor, dezenas de seguranças. Era praticamente impossível penetrar, ao menos sequer registrar, afinal estavamos sem câmera. A idéia era pedir a ela uma câmera para tirarmos fotos com ela… Mas era melhor somente um autógrafo. Corremos, corremos, corremos. Vimos os impressionantes fogos de artifício a 10 metros de distância, calcinhas e peitinhos, ninfetas e velhocas, Rambu, Homem-Aranha, Malagueta, estrangeiros, um casal louco em cima de uma árvore expulsa a cacetas no rabo por um guarda, uma gorda levando 15 minutos para descer dessa árvore, quedas de ambos eu e ele, segurança caindo no chão, garantido e caprichoso no palco com ninfeta e papa-anjos, com viados e travestis no maior auê, posers e bebados, um garotinho chamado Paulo Vitor que se perdeu, muitas gostosas e coca-cola, além de um show em Dual Audio (Inglês e Português) com relances em francês, mas não conseguimos ficar cara a cara com Rita. Conseguimos até invadir a área VIP, mas depois fomos expulsos pelo segurança. QUE FODZ! Onde nós iamos havia seguranças. Talvez com mais verba no ano que vem, quem sabe a gente consiga molhar algumas mãos e entrar. 🙂

Epílogo

Fomos até a saída, onde os carros dos diretores estavam saindo. Vimos o Rambu, Homem-Aranha, High School Musical Amazonas, Malagueta, aleartórios e desconhecidos, entre outros não famosos e covers. Mas o melhor foi no finalzinho. Havia muitas mulheres ao redor que testemunharam nossa busca e nossas piadas e bobagens, que disseram a seguinte frase no fim: “Você são do CQC é?”. Fiquei emocionado. QUE FODZ!

Moral da História

Com mais verba, mais pessoal, mais recursos, mais prestígio, mais mais++, o Bignada Quasar vai se tornar o blog mais poser do mundo, mas até que o Blog do Paulinho, Omelete, Judão, Antigravidade, etc… A Lua é o limite. 🙂

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é Amazonas Film Festival.

Por Akanadin.

Anúncios

Autor: Akanadin

Akanadin, o criador e dono do blog Mundo Bignada.

Um pensamento em “Bignada Story Especial – Amazonas Film Festival: O Bignada Quasar esteve lá – Akanadin e Surucucucu penetraram na cerimômina de encerramento”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s