Crítica: A Origem (Inception)

E LÁ VAMOS NÓS DE NOVO!

A Origem. Filme muito esperado por mim e muita gente. O cinema estava quase lotado na sessão que fui. Bom, lá vamos nós!

Inception - A Origem

Inception - A Origem

Vou fazer a resenha sem piadinhas a partir de agora.

Eu não tenho uma opinião tão forte sobre este filme e posso parecer incoerente com meus argumentos, mas eu não gostei tanto quanto muitos gostaram. Eu meio que não fui até o fim com o filme, meio que dei um “fuck you” em um certo ponto quando minha atenção deu um bom declínio. Foi quando a trama Leonardo Dicaprio e “Moe” ou Mal, a sua mulher, se tornou importante. Eu abomino essas tramas românticas, principalmente em filmes de Ficção Científica, quando elas se tornam importantes demais. Por amor é um motivo que acho muito tosco. “Eu fiz tudo por amor”.

Não gosto Neo e Trinty em Matrix e com o casal desse filme também tive essa antipatia. Aí você me diz: “Mas Akanadin! A trama do casal do filme é muito importante! É o principal e mais complexo da trama! Você não pode cagar para a história mais importante do filme! As outras são apenas pano de fundo!”. EU ODEIO TRAMAS ROMÂNTICAS! Há muitas exceções e há muitos filmes sobre tramas românticas que gosto. O que eu acho uma merda é quando a trama romântica é mais importante que tudo no filme.

Coração de Cavaleiro seria uma merda se o romance fosse a mensagem do filme. Seria uma merda se em Star Wars Han Solo e Leia fossem o foco ou Anakin e Padmé não tivessem um fim tão fodz e trágico. Harry Potter e Crepúsculo são uma merda por serem tão melosos e estúpidos e que o amor resolve tudo. O cinema não sabe mostrar o verdadeiro amor. Nem as pessoas conseguem. Acham que amor é se sacrificar pelo outro ou amar incondicionalmente.

Bom, voltando ao Inception. Achei bem fodz o esquema dos sonhos. Um Matrix reverso. Disseram que era complexo e que você nunca sabia quando começava e terminava um sonho. Achei bem claro isso no filme todo. Aliás, eu gostaria do filme muito mais se ele fosse só um “Filme de assalto moderno”. Quando o filme tenta ser complexo é quando eu menos gosto. Quando a trama é mais objetiva, me agrada mais. Quando começa a lambança do casal que citei antes, eu ficava bem zangado. O final também não me agradou, não teve muito impacto. Era óbvio que ia acabar com o pião rodando. Ficava claro que era sonho, mas o pião girava as vezes perdendo força para termos dúvida.
Pode até ser que aquilo seja real e que o óbvio que falei acima seja minha estupidez, mas que o final era para ficar em dúvida era, então ninguém pode afirmar com toda certeza.

As cenas da ação são dispensáveis. Seria melhor um filme mais curto. A única cena de ação que paguei pau foi do prédio girando, mesmo também sendo algo que se podia deixar de fora que não faria muita diferença. A verdade é que o perigo do filme estava lá por estar, para tornar as coisas emocionantes. O único tiro útil do filme foi o da “Moe” no Espantalho. Somente. Não imagino o que foi feito dos 160 milhões de orçamento.

Bom, chegando ao fim. Não tenho uma opinião muito marcante sobre esse filme. Talvez se eu assistir de novo goste mais. Eu digo que não é um filme muito importante para o cinema. Não me matem. O Dicaprio não me convenceu de que ele é um personagem tão fodz. “Moe” me irritou. A garotinha me irritou. Os outros personagens me agradaram, pelo menos a maioria.

Então… É isso. Inception é só um filme inteligente bom. Não que não seja algo mais ou muito mais, esse algo mais não em alcançou.

Nota 7,0 para A Origem. Linguiça crua.

Linguiça Crua

Linguiça Crua

Muitos vão achar que não fui justo com o filme, porque não prestei mais atenção, mas estou sendo sincero. Provavelmente eu não iria ver Lost até o fim. 🙂

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é O Início.

Por Akanadin.

3 thoughts on “Crítica: A Origem (Inception)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s