Crítica: Piratas da Ponta Negra 4 – Navegando em Galas Misteriosas

Piratas da Ponta Negra 4 - Navegando em Galas Misteriosas

Piratas da Ponta Negra 4 - Navegando em Galas Misteriosas

Eis que apresento a vocês a crítica do quarto filme da franquia Piratas da Ponta Negra. Uma franquia já desgastada em minha humilde opinião. O primeiro filme: Piratas da Ponta Negra – A Maldição das Pérolas da Internet é sem sombras de dúvidas o melhor de todos disparado. Seguido do divertido, porém pouco compromissado e muito exagerado: Piratas da Ponta Negra 2 – O Baú da Felicidade. Eis que tudo vai literalmente e virtualmente por água abaixo no terceiro e mais fraco filme da franquia original: Piratas da Ponta Negra 3 – O Fim do Imundo do Jack Spermow. Agora, neste quarto filme que promete seguir um novo rumo para fugir de toda aquela sacanagem dos anteriores.

Piratas da Ponta Negra 4 – Navegando em Galas Misteriosas. O título não poderia ser mais apropriado, póis o filme inteiro gira meio que em torno de um grande rio de sêmen cuja nascente foi encontrada pelo lendário pirata Barba Eneias Negra, no filme bem fiel a figura do pirata da vida real. Aliáis, o filme não gira em torno coisa nenhuma do rio de gala lendário, pois girar ao redor de um rio é estupidez. Você obviamente ficaria encalhado em terra firme muito antes de completar 180º de rotação. XD

Piratas da Ponta Negra 4 é um filme muito divertido. Ele resgata o humor original da série e também aquele clima de aventura e fantasia que marcou tanto os fãs. Além das sequências de navegação no rio de gala, que devo dizer são tensas demais (Afinal, quem vai querer cair ou naufragar numa p**** dessas, c******!), o filme traz uma novidade que são cenas de sexo leve, diferenciando dos filmes anteriores que eram classificação livre. Esse filme é PG-13, por isso podemos ver alguma agarração e o side boob subindo da Penelope Cruzes.

Quantos aos efeitos especiais, eles estão impecáveis e o 3D do filme também é um primor que só pode ser comparado a clássicos absolutos revolucionários do gêreno e roubadores de oscars como Fúria de Tetas, Chatice e o País das Taras e Virilhas ou Jack Sparrow Ass 3D (Ou Jackass Sparrow 3D – P****** no Brasil no Brasil. XD). O filme tem cenas antológicas e faz você pensar bastante na condição humano e no sentido da vida. É um filme para toda família… Não ver por causa do rio de gala e das cenas picantes e violentas. A Disney estava mesmo louca quando deixou passar uma produção como essa, mas se isso foi ousadia então estão de parabéns, por conseguiram dar um novo gás a franquia que já estava afundada em alto mar…. De gala. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Nota 10. Feijoada Caseira da Ponta Negra.

Feijoada Caseira

Nota 10 = Feijoada Caseira

BignadaQuasar, onde nada é cósmico e nada é Pirates of Ponta Negra 4.

Por Porco-Aranha.

1 thought on “Crítica: Piratas da Ponta Negra 4 – Navegando em Galas Misteriosas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s