Crítica: Planeta dos Macacos – A Origem (Rise of The Planet of The Apes)

Rise of the Planet of the Apes

Rise of the Planet of the Apes

Planeta dos Macacos – A Origem (Rise of the Planet of the Apes) é o sétimo filme da franquia Planetas dos Macacos. Existem os cinco filmes antigos e o remake do Tim Burton de 2001. Inesperadamente, este filme é muito mais fiel ao origem do que eu pensava, com algumas mudanças apenas com o fim do paradoxo temporal por exemplo. Muito melhor do que o filme do Tim Burton, aqui temos uma história coesa e amarrada que funciona ao mesmo tempo como homenagem e como por si só. Eu já esperava que Rise of the Planet of the Apes fosse um bom filme, mas superou minhas expectativas. Uma excelente atualização da franquia e um filme que tem total respeito pela franquia original que revolucionou o cinema e se tornou um clássico incontestável.

Planeta dos Macacos - A Origem

Planeta dos Macacos - A Origem

Os efeitos especiais do filme são impecáveis. Não há um único macaco real no filme, todos são CGi digitais, mesmo assim o realismo chega a assustar. O ator Andy Serkins “interpreta” e empresta seus movimentos para o macaco protagonista Caesar assim como faz em O Senhor dos Anéis com o personagem Smeagol, mas aqui a técnica é muito superior. As feições de Caesar são simplesmente fantásticas, com uma nítida e impressionante humanidade, e o destaque das atuações vai para os macacos do filme, que são muito bem trabalhados e são interessantes por si só graças também ao roteiro do filme. Menciono também o ator James Franco que apresenta um bom crescimento no cinema. Aquele que começou nas comédias adolescentes, agora está num patamar de ator sério, concorreu até ao Oscar com o filme 127 horas. Seu amadurecimento é inegável.

Rise of the Planet of the Apes (Planeta dos Macacos - A Origem)

Rise of the Planet of the Apes (Planeta dos Macacos - A Origem)

Planeta dos Macacos – A Origem é um filme tenso, com um clima e trabalho psicológico muito bons. É interessante notar que são muito poucas as pessoas que assistiram os filmes originais, até porque eles são antigos, mas para quem conhece os filmes antigos há uma boa quantidade de Easter Eggs, homenagens e referências que sempre são muito bem vindas. A história do filme é muito boa, sendo que o filme é releitura do quarto filme da franquia: “A Conquista do Planeta dos Macacos”, a história do filme se concentra aí. Há muito tempo eu não assistia um filme de ficção científica tão bom, realmente excelente. Altamente recomendável.

Nota 10 para Rise of the Planet of The Apes. Filmão. Feijoada Completa.

Nota 10 = Feijoada Completa

Nota 10 = Feijoada Completa

BignadaQuasar, onde nada é cósmico e nada é Rise of the Planet of the Apes.

Por Akanadin.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s