REVIEW: Círculo de Fogo

Crítica: Círculo de Fogo (Pacific Rim).

Robôs Gigantes Vs. Monstros Alienígenas em batalhas muito pacíficas.

Pacific Rim
Pacific Rim

E Círculo de Fogo finalmente estreou no Brasil e… É basicamente aquilo que a gente já esperava mesmo: Um filme de porrada e efeitos especiais com mechas e monstros saindo na porrada e destruindo a cidade. É o que se espera do filme e é o que ele te oferece. Nada mais.

Eu realmente gostaria de ter imerso mais na onda do filme, até porque eu gosto de mechas e tokusatsus, mas Círculo de Fogo não me encantou como eu esperava. Achei bem decepcionante. Cenas grandiosas e um visual espetacular, mas com lutas repetitivas, além de uns personagens bem rasos, atuações fracas e uma história bem naquelas.

Círculo de Fogo (Pacific Rim)
Círculo de Fogo (Pacific Rim)

Visualmente, o filme é soberbo e mantém aquele alto padrão de qualidade do Guilhermo Del Toro com suas criações. Os robôs gigantes (Jaeger) assim como todas as instalações e habitações humanas são sujas e há um uso de cores muito bom. O visual dos Kaijuu também é muito bem feito e mais importante: A movimentação e peso dos robôs e monstros está muito realista no filme. O 3D do filme é bacana só no começo com os faichos de luz, mas ao longo do filme ele não faz diferença. Assista em 2D mesmo, pois o filme foi pensando originalmente assim.

Apesar de um bom espetáculo visual, eu achei que o filme carece de um algo mais. Um motivo maior dos acontecimentos ocorrerem, a história do filme é basicamente essa: Abri um portal no fundo do mar e de lá saem monstros gigantes que querem destruir a humanidade e então são construídos mechas para enfrentá-los. É isso. Qualquer trama paralela criada ali não me convenceu e só serviu para dar o tempo do filme e tentar dar uma maior profundidade. E também não vi nenhuma cena inspirada ou de cair o queixo no filme, a cena do navio usado como bastão que parecia grandiosa no trailer não passa de uma cena a mais que não causa impacto de verdade no filme.

Círculo de Fogo
Círculo de Fogo

As atuações achei todas fracas. O Idris Elba faz um general super caricato e o protagonista do filme não tem a menor expressão, muito menos a parceira feminina dele que pior ainda não tem nem emoções e motivações direito, os outros personagem que tem que descrever como ela se sente, pois ela mesma não o faz, e demais personagens nem valem a pena mencionar, a não ser talvez os personagens do Ron Perlman e o Charlie Day, mas mais pelo carisma deles.

Acredito que uma continuação teria um potencial bem maior, já que não precisaria explicar o cenário e os personagens e poderia expandir mais esse universo e ter mais coisas interessantes, mas acho difícil, pois o filme foi bem abaixo do esperado na bilheteria. Mesmo com a minhas ressalvas negativas, acredito que o filme agrade sim a maioria e você pode ir assistir de boa, eu só esperava mais desta pornografia tokusatsu do Del Toro.

Nota 5,5 para Círculo de Fogo.

Mundo Bignada, onde nada é um novo mundo e nada é Pacific Rim.

Por Akanadin.

Anúncios

Autor: Akanadin

Akanadin, o criador e dono do blog Mundo Bignada.

Um pensamento em “REVIEW: Círculo de Fogo”

  1. Eu tinha medo disso.Muitos efeitos especiais e nenhuma história Ah, cinco anos pra alguém tentar um reboot.
    Hollywood está se tornando TÃO creativa, sabe…..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s