CRÍTICA: Batman – Ataque ao Arkham

Esquadrão Suicida – O filme animado

Batman - Ataque ao Arkham (2014)
Batman – Ataque ao Arkham (2014)

Lançada em 2014, Batman – Ataque ao Arkham tem como um grande problema o seu título. Não é um filme do Batman, nem tão pouco uma adaptação da série Arkham de video-games. Longe disso. O filme é na realidade sobre o Esquadrão Suicida, equipe de super vilões usada pelo governo para realizar missões secretas e sujas. Batman aparece no filme, mas ele não é o foco, ele é quase o vilão do filme se você considerar que ele é inimigo dos protagonistas, apesar de que ele está do lado da justiça. Batman – Ataque ao Arkham (Batman – Arkham Assault) é um título meramente comercial e passa uma idéia errada do que se trata a animação.

Sabendo disso, o filme é muito bom. Sendo um grande experimento da DC/Warner, ele tem um estilo bem diferente das animações da DC Comics, muito pela trilha sonora, com um jeitão meio Streets of Rage, quase Tarantinesca, e também o filme tem um ar de paródia, com um cinismo muito grande. Ele é sobre o Esquadrão Suicida e vários deles morrem. Se algumas animações da DC Comics são violentas e não são muito indicadas para crianças, esta aqui é muito violento e inclusive tem até sexo. É a animação mais sensualizada da DC/Warner.

Batman – Arkham Assault (2014)

O personagem principal seria o Pistoleiro, mas o filme é bem econômico em mostrar as motivações dele. Ele é um cara que é muito professional e só se importa com a filha. Os verdadeiros protagonistas são a Arlequina e, consequentemente, o Coringa, pois são os personagens mais carismáticos, queridos pela grande maioria dos fãs. Inclusive se forma um triângulo amoroso fatal entre eles e que surpreende, ficou bem interessante. Além deles, temos o Capitão Bumerangue, Tubarão-Rei, Killer Frost e Aranha Negra, fora o KGBesta no começo (Spoiler? kkk). Uma equipe muito caótica e cada um bem desenvolvido, menos o Aranha Negra que entra mudo e sai calado.

Além do Esquadrão Suicida, temos vários outros vilões do universo do Batman que aparecem no filme como Pinguim, Charada, o próprio Coringa, Duas Caras, Hera Venenosa, etc… Com a Amanda Waller por trás de tudo, é uma história tradicional do Esquadrão Suicida e um filme de assalto bem típico. É mais um filme sobre criminosos do que de super-heróis.

Batman – Ataque ao Arkham (Batman – Arkham Assault)

Como defeitos, somente alguns exageros de violência e sexo, apesar de que dentro do contexto da história, por ser um filme de assalto, e dos personagens, são criminosos e super-vilões, combinou bem. Essa animação com certeza é muito mais violenta do que o filme que assistiremos em 2016 no cinema. Tem algumas furadas como, por exemplo, eu acho muito esquisito guardarem todo o arsenal dos super-vilões dentro do próprio Asilo Arkham, mas também é assim nos quadrinhos, então passa. Outra coisa é vários personagens importantes morrerem, o que foi bem inesperado, mas acho que eles não tem como plano lançar uma continuação.

Uma animação muito boa que, apesar do título equivocado, alguns exageros e desperdícios, merece muito ser vista e deveria ser usada como molde para o filme live action do Esquadrão Suicida. Um filme muito divertido e violento de assalto que mostra o grande potencial da equipe de super vilões. É um filme a princípio díficil de pegar, por ele ser bem diferente do que estamos acostumados a ver nas animações da DC Comics, mas é bem melhor que os filmes recentes baseados nos Novos 52 e eu recomendo bastante.

Nota

8,5

Mundo Bignada, onde nada é um novo mundo e nada é Batman – Ataque ao Arkham.

Por Akanadin.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s