CRÍTICA: Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros

Resident Evil com Dinossauros.

Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros
Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros

Passados vinte anos após o primeiro filme, na história do filme e na vida real, eis que é lançado finalmente um novo filme de Jurassic Park, que para chegar até aqui passou por tantas experiências e mutações quanto os dinossauros criados neste filme. Felizmente, o que poderia ter sido um filme com dinossauros-humanos híbridos bizarros acabou sendo um filme muito divertido e que consegue dar uma nova vida a série.

Não supera o primeiro filme de forma alguma, mas ainda sim consegue emular de forma competente o clássico do Spielberg, resgatando aquele clima de aventura com terror, com mais ação nesse, e a dignidade da série. Interessante destacar as muitas referências, tanto visuais quanto conceituais, ao primeiro filme de Jurassic Park principalmente e também outras obras da cultura pop como Alien, Resident Evil, etc… então é claro a mudança de estilo, assim como foi com Jurassic Park 3 dirigido pelo Joe Johnston, mas dessa vez temos um filme relevante para a franquia e com bastante ousadia, inclusive.

Jurassic World (2015)
Jurassic World (2015)

Tecnicamente o filme não será uma revolução como o primeiro Jurassic Park, mas ele tem o mérito de mesclar muito bem os efeitos práticos com os efeitos em cgi, diferente da impressão negativa que alguns tiveram com o primeiro trailer, além de conseguir replicar muito bem o estilo dos filmes antigos. A trilha sonora usa o tema clássico do John Williams até que muito bem, apesar de não ser tão memorável quanto o verdadeiro.

Chris Pratt é funcionalmente um Indiana Jones e segura muito bem o filme e o filme é muito bem equilibrado nos personagens, com todos eles tendo funções muito bem definidas no roteiro (O herói, a mocinha, o adolescente, a criança, o empresário mau, etc…), mas tudo feito de maneira muito natural. O Indominus Rex é um show a parte, pode-se dizer que é o vilão mais terrível da franquia, só perdendo em grandeza para o Tiranossauro Rex. Tão qual o tubarão do Steven Spielberg, ele demora a aparecer, mas cada aparição dele é bem pontual com ele sendo uma ameaça realmente muito perigosa e proporciona cenas excelentes.

Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros (2015)
Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros (2015)

Alguns problemas do filme são algumas atitudes questionáveis do vilão e da Ingen, pois seu plano era usar o Indominus Rex como pretexto para fazer um teste de campo com os Veloc Raptors, mas foi feito de uma forma muito inconsequente, soltando o monstro por todo o parque causando a morte e ferimento de centenas de civis. Apesar de ser um plot inesperado e interessante, ficou bem estranho como foi levado até as últimas consequências. Além disso, no final do filme acabou ficou meio forçado as cenas em que mostram os raptors e o por fim o tiranossauro como heróis. Poderia ter sido feito de maneira mais sutil.

Em suma, Jurassic World é um excelente. Sendo inferior ao primeiro filme, mas superior ao segundo e ao terceiro, é uma excelente continuação de uma franquia tão clássica, que respeito o original e ao mesmo tempo evolui naturalmente aquela realidade e apresenta ideias novas. É o filme onde realmente de fato vemos o Parque dos Dinossauros. Não é um clássico como o primeiro, mas é um ótimo filme e recomendo fortemente.

Nota

9

Mundo Bignada, onde nada é um novo mundo e nada é Jurassic World.

Por Akanadin.

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s