CRÍTICA: A Escolha Perfeita 2

O espetáculo das desajustadas 2.

A Escolha Perfeita 2 (Pitch Perfect 2)
A Escolha Perfeita 2 (Pitch Perfect 2)

Em tempos em que femininismo está sempre em pauta, este ano aconteceu algo muito interessante. No mesmo fim de semana tivemos a estreia de Mad Max – Estrada da Fúria e A Escolha Perfeita 2 nos EUA, ambos filmes com forte presença feminina, mas totalmente diferentes em propostas. Neste duelo de Davi e Golias, A Escolha Perfeita surpreendentemente levou a melhor e venceu Mad Max na bilheteria. Uma comédia musical de baixo orçamento bateu um filme de ação de super orçamento foi algo inesperado, mas tudo é uma questão de conquistar o público e Escolha Perfeita é aquele tipo de filme que todos podem assistir e sempre será divertido.

Basicamente a mesma fórmula do Glee, onde um grupo irregular de pessoas (Todas mulheres nesse caso) se reunem para cantar mesmo com suas diferenças, mas com mais malícia. Escolha Perfeita foi um surpresa muita boa quando foi lançado e o segundo filme teve a resposta do público onde a bilheteria dele foi três vezes maior do que o primeiro. Retorna praticamente o elenco inteiro para a continuação, mais pelo prazer de fazer o filme do que por necessidade de uma nova história.

Pitch Perfect 2

Como não poderia deixar de ser, o filme tem uma seleção bem grande de músicas (Inclusive uma virada interessante no fim) que é parte do grande apelo do filme com várias canções da cultura pop presentes.

O elenco retorna e mantém aquele ótimo entrosamento. Anna Kendrick está mais divertida não tendo mais que ser a novata, esse papel ficou para Hailee Steinfield, que poderia ter tido mais destaque, Brittany Snow assume o papel de líder neurótica, Rebel Wilson está bem mais solta do que no filme anterior e as demais mandam bem nos seus personagens.

Pitch Perfect 2 (2015)

O problema é que o filme repete várias ideias do primeiro, mesmo que de forma um pouco diferente. Na realidade o primeiro filme não precisava de continuação, mas fez tanto sucesso que acabou sendo inevitável. Ainda bem que o segundo filme é muito bom. Repete a mesma estrutura do primeiro: As Bellas cometem uma grande gafe no começo do filme e tem que se provar vencendo uma competição.

Mais do que um guilty pleasure, Escolha Perfeita 2 é um filme com muitas qualidades. Com um elenco carismático e com muita química, é uma comédia musical excelente. Não tão surpreendente quanto o primeiro, mas ainda sim um filme bem recomendado para qualquer um assistir.

Nota 9,2

Mundo Bignada, onde nada é um novo mundo e nada é A Escolha Perfeita 2.

Por Akanadin.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s