CRÍTICA: Doutor Estranho (2016)

CRÍTICA: Doutor Estranho (2016).

Um espetáculo visual lisérgico.

Doutor Estranho (2016)
Doutor Estranho (2016)

E finalmente estreia o filme do Doutor Estranho, com a promessa de introduzir a magia ao Universo Marvel Cinematográfico. Quanto a isso, o filme cumpre muito bem a sua proposta e abre a mente do espectador para um mundo de infinitas possibilidades de forma competente e simples.

O filme é extremamente lisérgico. Muitas comparações foram feitas com A Origem e Matrix e Doutor Estranho é mais surreal do que esses dois filmes juntos eu diria e é o filme da Marvel com o visual mais impressionante de todos.

É um filme de origem tradicional, segue bem o que foi criado por Stan Lee nos anos 60, mas com várias adaptações para ambientar o personagem aos dias atuais e encaixá-lo no Universo Marvel atual.

Doutor Estranho (2016)
Doutor Estranho (2016)

Benedict Cumberbatch está excelente como Stephen Strange/Doutor Estranho. Ele entrega uma soberba, arrogância e presença que o personagem precisa além do talento e nobreza que ele desenvolve. Conseguiu desenvolver uma interpretação bem particular dentre os personagens do cinema e um ar bem único.

Os personagens coadjuvantes do filme são basicamente Christine Palmer (Rachel McAdams) e os outros magos. Christine segue o modelo padrão de namorada de herói Marvel e tem um papel bem funcional no filme, sempre trabalhando como médica e mantendo ali esse aspecto que Stephen Strange deixa para trás. No lado dos magos, destaque para a Mestre Anciã (Tilda Swinton) que é bem imponente como a sábia mestre. Os outros atores também mandam muito bem como magos.

Kaecilius (Doutor Estranho)
Kaecilius (Doutor Estranho)

O vilão Kaecilius segue o esquema de vilão de filme de artes marciais onde o aluno passa para o lado sombrio. Também lembra o esquema Guerra nas Estrelas, há uma cena importante do filme que lembra muito Star Wars, onde o aluno confronta seu mestre. É um personagem simples, mas tem motivações bem claras e é uma ameaça representativa para os heróis.

Na verdade, a grande ameaça de Doutor Estranho, tanto nos quadrinhos quanto no cinema agora, é Dormammu. Ele quem controla Kaecilius é a fonte de poder maligna da história com sua Dimensão Negra. Ele confronta Doutor Estranho numa cena final excelente.

No maior estilo Sinestro do Lanterna Verde, Mordo é apresentado como herói no filme e ao longo dele vemos a sua descida para o lado obscuro ao ir abandonando suas crenças.

Doutor Estranho
Doctor Strange

As maiores críticas negativas para com o filme é a respeito do humor do mesmo, que seja muito a “fórmula Marvel” de piadinhas. Eu não me incomodei nem um pouco com isso, já estou acostumado com esse estilo. Destaque para o Manto da Levitação que lembrou muito o Tapete Mágico do filme do Aladdin e para a bossalidade de Stephen Strange, onde é inusitado as tiradas cômicas que Benedict Cumberbatch faz.

O filme, obviamente, tem conexões com o passado e futuro do Universo Marvel Cinematográfico. O Olho de Agamoto é a Joia do Infinito do Tempo fazendo conexão com Vingadores Guerra Infinita e Thor aparece na cena pós-créditos fazendo conexão com Thor Ragnarok. Antes disso, temos um bastão com poder do Tribunal Vivo, entidade suprema do Universo Marvel, ser que pode aparecer no futuro. Doutor Estranho será um personagem muito importante para a Fase 3 da Marvel.

Doutor Estranho
Doutor Estranho

Em suma, Doutor Estranho lidera um novo leque de possibilidades para MCU nessa Fase apresentando um mundo e universo rico e fantástico. Um grande passo foi dado e parece que foi acertado, agora a Marvel pode trabalhar com conceitos mais surreais dos quadrinhos como magia, outras dimensões, multiverso, entidades, etc… Filme que não seria possível sem tudo que a Marvel construiu e conseguiu erguer no cinema. Um dos melhores filmes solos e de origem de herói.

Nota
10

Mundo Bignada, onde nada é um novo mundo e nada é Doutor Estranho (2016).

Por Bruno Akanadin.

Anúncios

Autor: Akanadin

Akanadin, o criador e dono do blog Mundo Bignada.

2 opiniões sobre “CRÍTICA: Doutor Estranho (2016)”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s