REVIEW: Radiant – Season 1 (2018)

Shonen à la Française.

Radiant - Season 1
Radiant – Season 1

E aqui o review em texto da primeira temporada do anime Radiant.

Radiant é um anime Shonen seguindo quase que arrisca a fórmula. Vai encontrar dezenas de semanas com Naruto, One Piece e Black Clover, o que em dado momento incomodava.

Devo dizer que Radiant possui uma das melhores openings de anime.

E ele tem também uma excelente ending.

O que mais chama atenção em Radiant é que é uma produção japonesa de um autor francês, então tudo tem um feeling bem diferente, apesar de se apoiar muito em clichês já conhecidos de anime Shonen. É um autor estrangeiro trazendo sua assinatura, mas tentando emular um estilo japonês.

Radiant - Seth and Melie
Radiant – Seth and Melie

Por exemplo, a relação entre Seth e Melie é bem diferente de um anime shonen normal. Eles moram juntos na mesma casa e tem uma intimidade que em 90% dos animes não aconteceria. Há uma clara intenção de romance ali do autor, mas ele vai trabalhando de forma bem orgânica.

O design dos Nemesis são um show a parte, que são uma mistura de Hollows de Bleach com criaturas do game Hollow Knight. Alguns personagens são muito bons como a Melie, Alma, Dragonov e o próprio Seth em alguns momentos.

Confessar que Radiant tem um começo bem problemático. As cenas de ação não eram nada demais e o humor era esquisito. O que me fez assistir o anime até o fim foi a música de abertura, o backstory da Alma e Seth no começo e depois o arco de Rumble Town, que aí é quando Radiant engrena.

Radiant
Radiant

Radiant poderia fracassar e ficar como apenas um genérico de Black Clover, mas o anime conseguiu se salvar com um arte estilosa, personagens carismáticos e uma história que engrena depois, com bons temas como preconceito, tirania, fanatismo e justiça.

Em suma, Radiant é um bom. Quando foi anunciado mostrou muito potencial por causa da sua arte muito estilosa. Ele tem um começo bem devagar e sua história não tinha nada de especial, mas ele foi se encontrando e ganhando personalidade conforme os episódios. Recomendo para quem busca um bom anime shonen e leve.

REVIEW POCKET:

Positivo:

-Arte estilosa

-Boas cenas de ação

-Personagens carismáticos

-Universo interessante

-Ótima opening

-Temas sérios

Negativo:

-Muitos clichês

-Demora a engrenar

Nota

8,0

No aguardo da Season 2 que já está confirmada para outubro de 2019.

Mundo Bignada, onde nada é um novo mundo e nada é REVIEW: Radiant – Season 1 (2018).

Por Bruno Akanadin.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s