REVIEW: X-Men: Fênix Negra (2019)

Insistir no mesmo erro duas vezes.

X-Men – Fênix Negra (2019)

E finalmente o review em texto do filme X-Men: Fênix Negra (Dark Phoenix). Será que dessa vez eles conseguiram acertar na adaptação da clássica Saga da Fênix dos X-Men?

X-Men: Fênix Negra é o sétimo filme da franquia X-Men da Marvel/Fox e a segunda adaptação da clássica Saga da Fênix Negra dos quadrinhos onde Jean Grey é possuída pela Força Fênix, uma entidade de poder ilimitado, e então ela é corrompida por esse poder se tornando uma das maiores ameaças dos X-Men e do Universo Marvel.

O filme tem a maior cara de que o roteiro foi todo picotado e parece que deixaram de injetar dinheiro depois da metade do filme, pois o nível da produção deixa muito a desejar. Sabemos que houveram diversas refilmagens e nota-se isso ao longo do filme.

Aliaís, eles esquecem dos próprios ganchos deixados pelos filmes anteriores. Em X-Men: Apocalipse, a Jean Grey utiliza a Força Fênix no final para derrotar o Apocalipse e nesse filme ela não tinha isso antes. A trama do Magneto ser pai do Mercúrio foi esquecida, assim como o próprio Mercúrio é descartado de forma besta antes da metade do filme.

Dark Phoenix
X-Men Fênix Negra

A própria entidade Fênix não tem background explicado direito no filme e tão pouco é explicado quem são os vilões alienígenas genéricos liderados pela personagem da Jessica Chastain. Acaba que fica tudo muito jogado e a única coisa que funciona um pouco são os conflitos dos próprios X-Men com o Professor Xavier, mas mesmo assim não é o bastante para justificar um filme. É uma versão mais fraca do Capitão América: Guerra Civil esses momentos.

Em termos de cenas de ação não há nada especial, só mais do mesmo. Para um último filme a escala da ameaça é parece bem menos do que dos dois últimos (Dias de um Futuro Esquecido e Apocalipse), o que não parece ser intencional.

Dark Phoenix
X-Men: Fênix Negra

A melhor coisa do filme é a morte da personagem Mística da Jennifer Lawrence, pena que aconteceu no último filme, então ainda fica o fantasma dela durante todo o resto da trama para nos incomodar.

Em suma, X-Men: Fênix Negra é insistir no mesmo erro duas vezes e o resultado é mais fraco do que X-Men 3: Confronto Final, na minha opinião. Não houve a construção necessária para se realizar a adaptação de uma saga tão complexa e isso é algo que eles já deveriam ter aprendido com os erros do passado, mas parece que o ego e também a iminente retomada da Marvel Studios deixou Simon Kimberg e a galera da Fox desesperada.

REVIEW POCKET:

Positivo:

-Boas atuações

-Questionamentos interessantes

Negativo:

-Mística da Jennifer Lawrence

-Cenas de ação desinteressantes

-Roteiro picotado

-Vilões pessimamente desenvolvidos

NOTA

4

Agora esperar para ver o reboot da Marvel Studios, onde acredito que veremos os X-Men bem melhor representados no cinema.

Mundo Bignada, onde nada é um novo mundo e nada é X-Men: Fênix Negra (2019): Review.

Por Bruno Akanadin.

One comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s