Games: Perda da Inocência

Revivendo – Games: Perda da Inocência.

Super Mario - Perda da Inocência
Super Mario - Perda da Inocência

Mais um post revivendo pelo poder infinito do Quasar. Games: Perda da Inocência.

É evidente e inquestionável que os jogos de hoje em dia se tornaram muito mais sanguinarios e violentos. Era óbvio que isso iria acontecer, pois os jogadores de video-game da geração passada não poderiam ser crianças para sempre e logo se cansariam de games amigáveis como Super Mario Bros e Pacman.

Para os jogadores de video-game dos dias de hoje, até mesmo uma criança, já se tornou cotidiano e normal explodir a cabeça de alguém com um tiro de escopeta. Pistola, metralhadora, magnum, faca, granada, lança míssil, lança granada, tanque de guerra, etc…, já fazem parte da vida de um garoto de seis anos. O garotinho deve ter um conhecimento melhor de armas de guerra do que um soldado de infantaria. Afinal de contas, é jogando Counter Strike que os meninos da Cidade de Deus aprendem estratégias de guerra para se tornar traficantes.XD

É claro que eu não estou culpando os games pela violência no mundo. A violência iria existir mesmo sem os games. Os games são o reflexo do mundo atual.

Ex: Existem uma infinidade de jogos cujo tema é a Segunda Guerra Mundial.

Pessoas reclamam de jogos assim, mas não adianta esconder que a Segunda Guerra aconteceu. É um fato histórico e deve ser aceito e ensinado nas escolas, assim como nossa realidade atual. Realidade é um escelente tema para um game.

Sinceramente, eu adoro jogos, filmes e histórias violentas. Sangue! Sangue! Sangue! Sangue! Morte!

Porém, acho que a violência nos jogos já está banalizada. São tantos jogos de tiro que nenhum mais causa impacto. Parece que a própria morte não tem mais impacto.

Dizem que os jogos estão se tornando cada vez mais realistas. Qualé? O que tem de realista num único homem matar um exército inteiro de demônios só com duas pistolas? Ou um soldado com uma moto serra fazer o mesmo? Ou um espartano fazer o mesmo, só que exterminando todo o Olimpo? Ou uma mulher civil contra milhares de mortos vivos?

Violento sim, banalizado sim, realista não, impactante muito menos…

Hilário sim… Sádico… Talvez.

Super Mario CS
Super Mario CS

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é banalizado.

Por Akanadin.

Anúncios

Quem ganhará a batalha entre Globo e Record ???

guerra entre globo e record

Escrito por Marcelo Carneiro da Cunha.

guerra_globo_record

Estimados milhares de leitores, que satisfação estar de novo com vocês, aqui nesse ambiente desenfumaçado dos últimos dias.

Mas, como a realidade é algo que muda o tempo inteiro, enquanto bares e restaurantes se tornaram ambientes bem mais amigáveis aos seres humanos respiradores de oxigênio, o ambiente eletrônico da televisão anda tão esquentado que derreteu até o bombril da antena aqui de casa. Globo e Record se inspiraram no glorioso Senado Nacional e partiram pro chute na canela. Bom para todos nós. Quando os grandes e enormes brigam, parte do muito que eles sabem e a gente não, vem à tona.

Pra começo de conversa, devemos lembrar que essas duas redes de comunicações têm em comum apenas isso: serem duas redes de comunicação. No resto, Globo e Record são animais muito diferentes, mesmo que dotados de dentes grandes e mesmas intenções de predadores.

A Globo é como uma novela da Globo, que nos conta historinhas para boi dormir. Nenhuma novela da Globo quer mudar o mundo ou nos tornar pessoas melhores. Ela nos convida a comprar xampu, iogurte e automóvel, mais nada. Assim é a Globo.

novelas-globo

Ela também é a expoente de uma era de grandes veículos que faziam e desfaziam o mundo em que vivíamos. A lógica de uma Globo é a de qualquer grande empresa ligada aos interesses do grande capital, e naturalmente as intenções desse povo nunca foram ajudar o mundo a ser um lugar mais legal, igualitário e modelado pela fraternidade socialista. A Globo é consequência do golpe militar, e não é exatamente surpreendente perceber que nasceu pra ser uma aliada natural e defensora de uma certa ordem. Mas ela também faz televisão de excelente qualidade, coisas do Guel Arraes, do Jorge Furtado, entre outras. Ela faz quando quer, só não quer mais porque parece que não precisa.

A Record é uma grande igreja do bispo Macedo com fachada de rede de comunicações. E a igreja do bispo Macedo não é moleza. Os tais templos dele têm cara de cartório e alma de cobrador de impostos. Entrou ali, pimba, você está achado por eles e perdido pra sempre. Eu lembro de ter escutado o bispo Macedo uma vez apenas, em um táxi de um convertido e salvo pela igreja do bispo.

lavagem-_-edir-macedo

Não sei se vocês já escutaram, mas é assustador o tal bispo. Assustador pelo tom da voz, de vampiro de filme do Polansky, assustador pela total falta de escrúpulos na hora de dizer a que veio e o que espera da gente. A igreja do bispo Macedo é que nem novela da Globo, só que sem a novela – débito ou crédito, estimado crente?

capeta

Uma rede de comunicações de uma igreja dessas faz o que, afinal das contas? Mesmo que ela faça jornalismo com bons profissionais, o que eles tiveram que fazer ontem e anteontem diante das câmeras foi dar a mensagem do chefe. E, diferentemente da Globo, o chefe da Record é o bispo!

igrejaedinheiro

Eu tenho saudades do SBT e da Tele Sena. Pelo menos ali ficava na cara que o que o Silvio Santos tinha era uma rede de televisão inteira devotada a vender Tele Sena. Assim, com as coisas claras e simplinhas, tudo, mas tudo mesmo fica mais fácil.

fRamengo

A Globo queria a nossa mente e o nosso corpo, hoje se satisfaz com uma parte razoável do nosso bolso, e ainda faz o Criança Esperança pra mostrar que é legal. A Globo é como a igreja Católica, que faz o que faz, mas com um jeito pra lá de respeitável.

A Record quer o que? Ela quer enfiar o exu caveira na gente e cobrar pra tirar, em suaves prestações mensais, pelos próximos 30 anos.

A Globo é conseqüência e representante de um modelo de sociedade que parece que se esgota. A Record é parte de um império tão sibilino quanto raso, se espalha por todo canto, mas, espero, não faz mais do que manchar o carpete.

A diferença, e talvez seja essa a causa da briga das duas, é que a Globo é uma empresa. Se ela precisa de dinheiro, tem que ir ali adiante, trabalhar, vender, faturar, pagar seus impostos, gerar lucro e então poder tocar no din din. A Record, não. Escasseou o caixa, aluga-se o Maracanã, faz-se uma celebração para Jesus Cristinho na versão do bispo, junta-se duzentos mil coitados, passa-se o saco, todo mundo contribui ou vai ver só, leva-se os sacos de dinheiro pros templos, pronto. Cash flow pra ninguém botar defeito, fora todo mundo com alguma decência no coração.

dimdim do Edir
dimdim do Edir

Talvez seja essa a causa da briga, como foi a causa da queda do Collor. Collor caiu, como talvez vocês saibam, porque uma vez no poder, com a tolerância do andar hiper de cima, começou a acumular dinheiro com uma voracidade alagoense e até então desconhecida. O andar de cima tremeu, Collor caiu.

Talvez o sistema esteja informando ao bispo que melhor ele moderar a taxa de acumulação de capital, ou o céu cai em cima dele. Talvez o bispo já se sinta poderoso o bastante para peitar a banca.

20080602-edir

Eu apostaria a minha fortuna pessoal, estimada em dez reais e quarenta e dois centavos, em que é exatamente isso que está acontecendo. E o que está em jogo é limitar o poder do bispo, e por isso, e por motivos de alinhamento estratégico semelhantes aos que fizeram o Lula abraçar o Sarney, nessa, e nessa apenas e por agora, estou com a Globo. Já o estimado leitor, faça a sua escolha. Se o bispo ganha, e ele pode ganhar, logo, logo, não tem mais escolha.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é sempre, sempre TUDO.

Dio_freitas

A Evolução dos Games II

A Evolução dos Games II.

Evolução dos Games II
Evolução dos Games II

Bom, eu percebi que eu prometi fazer esse post há muito tempo, desde Abril e até agora ainda não tinha feito. Foi um período conturbado aquele da Operação Leite de Texugo.:)

Por fim, a Evolução dos Games II.

Super Mario - Parede da Evolução
Super Mario - Parede da Evolução

Sempre temos que aturar as opiniões da Geração seguinte. Não é que ficamos velhos e rabugentos, mas temos a sabedoria para dizer as coisas. Um jovem jogador não tem a mesma experiência de um jogador de longa data, que viu a Evolução dos Games de perto. Muitas vezes temos que ouvir: “Que porcaria! A imagem desse jogo é um lixo”. “Que gráfico ruim! Que graça tem isso! Prefiro meu Halo 3”. Não que Halo 3, God of War 3 ou Devil May Cry 4 tenham culpa de alguma coisa, mas não se deve falar asneiras sem base nenhuma.

A Evolução dos Games sofre com um problema que até os filmes e seriados de hoje sofrem. O Retrocesso Evolutivo. Nossa tecnologia alcançou um estado onde tudo é possível. Já não se tem mais aquele esforço e dedicação de antes.

Donkey Kong
Donkey Kong

Não parece, mas Super Mario Bros, sim, aquele joguinho clássico onde o Mario (Na época, Jumpman) tinha que subir, subir, subir para salvar sua namorada de um macaco gigante. Hoje em dia se você mostrar a alguém esse jogo, provavelmente vai dizer: “Que tosco!”. Só que esse joguinho tosco literamente salvou os video-games, e consequentemente a evolução da tecnologia.

Hoje em dia, temos filmes que usam mais e mais efeitos especiais caros e avançados. Vou citar Homem Aranha 3 como exemplo. Em efeitos especiais, é impecável. Porém, esqueceu-se o básico do cinema. As cenas eram muito bem feitas, mas faltava saber usar. Agora, pensem no trágico e indigesto Super-Man – O Retorno. Homenagem ao clássico, referências do passado, saudosismo, nostalgia, blablablablablablablabla… Lixo. Estava assistindo um documentário e foi dito que levaram 1 ano para fazer Christopher Reeve voar e o filme é muito bom. Levaram poucos segundos para fazer Brandon Routh voar e o filme é uma porcaria. Pode se ver que o Superman não evoluiu nada em mais de 30 anos. Batman e Robin… Ergh… A série dos anos 60 era boa, porque… Eram os anos 60 ora. Vamos evoluir, caramba.

Evolução Descontrolada
Evolução Descontrolada

O mesmo acontece com os games. Bomberman era excelente no Super Nintendo, mas quando evolui (retrocedeu) para o Nintendo 64, ficou um porcaria. Digo por que já joguei. Street Figter 3 é tão bom que ninguém conhece. Joguei uma vez no fliperama. Street Fighter 4 é ótimo, pois retorna ao básico, as origens. A magia se perde. Mortal Kombat é um clássico, mas quem conhece e depois joga os jogos novos, em 3-D, percebe que a qualidade caiu. Sim, tem muits funções, modos, personagens, gráfico, mas nao é bom quanto o clássico. Legend of Zelda – Wind Waker é bom e tal, mas não super Legend of Zelda – Ocarina of Time e Legend of Zelda  – The Link of Past. Pokemon em 3-D… Pra quê!? Toda evolução sem propósito é um retrocesso.

Porém, há excessões. Quando a Evolução tem um propósito, o resultado é muio bom. Zelda – Link of Past se transformou em Zelda – Ocarina of Time e tudo melhorou. A essência permaneceu e a evolução foi bem usada. Fzero do Super Nintendo é inferior ao do Nintendo 64. Faltava tecnologia para ficar mesmo bom. Devil May Cry 2 é bom, mas Devil May Cry 3 só melhorou. Os Dragon Ball do Super Nintendo era bacaninhas, mas não havia como fazer Dragon Ball com a tecnologia do Super Nintendo. Dragon Ball Tenkaichi do Playstation 2 é incrível. Você se sente um guerreiro Z. E Star Wars? Agora é possível reproduzir aquelas Guerras Especiais e Duelos de Sabre de Luz com perfeição.

Enfim, não é só gráfico bonito, muitos bits e pixels, e coisa e tal que torna algo bom. Todo o conjunto deve evoluir. Quando se esquece o básico, tudo fica comprometido. Sempre deve haver o equilíbrio. Porque…

Toda Evolução sem Propósito é um Retrocesso.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada sempre evolui.

Por Akanadin.

Saint Seiya – Lost Canvas: Capítulo 117

Saint Seiya – Lost Canvas: Capítulo 117. Título: The Monster.

Saint Seiya Lost Canvas 117
Saint Seiya Lost Canvas 117

Leitura Online (Em Inglês):

http://www.onemanga.com/Saint_Seiya_-_The_Lost_Canvas/117/01/

Links para Download:

http://www.4shared.com/file/82291374/a78ec071/LC_117_-_Monstro__por_Marcelo_Ferreira_e_Ulisses_-_LAM_.html

Sinopse: Aiacos ataca os cavaleiros de Atena.

Crítica: Capítulo bom. Behemoth Vs. Leo. Uma grande batalha se aproxima. Capítulo de deixar com água na boca. O próximo vai ser muito bom.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada explodi a galáxia.

Por Akanadin.

Crítica: 12 Rounds

Crítica: 12 Rounds

12 Rounds
12 Rounds

12 Rounds é um filme estrelado por John Cena, lutador da WWE, onde ele interpreta Danny Fisher. Após acabar com os planos de um bandido, prende-lo e causar a morte da mulher dele, anos depois o bandido tenta se vingar obrigando Danny Fisher a enfrentar 12 desafios difíceis e mortais.

Do mesmo diretor de Duro de Matar 2, o filme é bem enérgico e com bastante ação. Dentre os filmes produzidos pela WWE films, este é com certeza o melhor. Entretanto, não é um filme grandioso. A melhor atuação é a de John Cena e olha que ele não é um ator. O filme prende a atenção, pois a ação é contínua, mas não espere nada revolucionário. Para quem curte filmes de ação despretensiosos, vai se divertir. O filme também não tem nenhum grande defeito ou algo que faça o público sair da sala de cinema. Não espere que ele mude a sua vida. É um filme normal, daqueles que fica repetindo sempre no Supercine, Tela Quente, Domingo Maior, Cinema Espetacular, etc…

Nota 8 para o filme. John Cena, My time is now! You can´t see me! My time is now!

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é policial.

Por Akanadin.

Paranoia – Um Dia de Sobrevivência

Paranoia – Um Dia de Sobrevivência.

Paranoia
Paranoia

Paranoia é um dos maiores clássicos dos RPGs. Trata-se de um dos cenários mais divertidos, perigosos, criativos, dinâmicos e engraçados de todos os RPGs de mesa. O Humor Negro e as possibilidades de Paronia o tornam um clássico dos RPGs.

Eu estou escrevendo um livro/história usando Paranoia como base. Está mais para um fanfic, mas tá ficando legalzinho. Em breve eu lanço aqui. Na verdade, eu tenho algumas histórias solos que escrevi, mas ainda não recebi carta branca para lançar.:)

Abaixo, um pequeno aperitivo para saber o que é Paranoia. Um aventura solo ambientada em 40 partes. As partes não fazem sentido se lidas em ordem. Ao fim das partes, um instrução o guiará até a parte de número tal. Comece pela parte número um abaixo e ela indicará para qual parte deve ir. Divirta-se!

Um Dia de Sobrevivência

Você é feliz cidadão? Se é, começe lendo o parágrafo 1, se não, morra!

1)

Você é um cidadão de nível infra-vermelho. Seu único objetivo é sobreviver. Você é convocado para falar com o computador. O que você faz?  Vaicaminhando normalmente pelo corredor até chegar ao compudador (15);  Prefere ir rastejando até lá (33); ou  prefere não se apresentar (9)?

2)

Com muita pressa você vai até o departamento de documentos importantes. A fila é longa e com certeza até sua vez chegar já será mais que meia noite. Você pode pegar a fila mesmo assim (14);  tentar achar o documento emoutro lugar (19);  desistir de sua missão (35); ou  tentar se matar (28).

3)

Ali! Um TRAIDOR!” – você grita a um cidadão de nível esmeralda que passa pelo corredor. O sujeito infra-vermelho do banheiro é preso e você é premiado: você passa do nível infra-vermelho para o nível vermelho. Parabéns!  Continua no parágrafo 37.

4)

A reunião é a de sempre, gente contando o que fez, como conseguiu trair o computador, os planos traidores para o futuro, etc. O bom disto é que você pode conversar com os amigos. A maioria aqui é infra-vermelho. Muitos já morreram por pertencer a este grupo, por isso cada reunião é feita num local diferente. O presidente da sociedade propõe: quem é o valente que quer atravessar o corredor de maior nível de segurança do complexo? Quem conseguir levará um grande prêmio!
Esta seria a maior das traições. Como você é um inútil mesmo você poderiaaceitar a proposta (23); ou prefere continuar vivendo (20)?

5)

Ok. Você pertence a alguma sociedade secreta?”, pergunta ele denovo. “Não”, você responde mentindo.
Já sabendo a seqüência das perguntas de cor você segue respondendo sem pensar as outras 45 perguntas. Finalmente a sessão termina e você é liberado (32).

6)

Você recusa a ordem do computador sobre o relatório. Esta traição é inclonável! Seu corpo é desintegrado para sempre. Seu código genético é perdido. Você nunca mais poderá voltar ao mundo de Paranóia! Pelo menos tão cedo…

7)

Andando pelos corredores você pode ver o banheiro. Hoje a cor do banheiro é esmeralda, ou seja, não é para seu nível de segurança. Portando você não poderá entrar lá. Bom, sorte que … NÃO! Você está apertado, e precisa ir ao banheiro. Ir logo, senão… E agora? Você  entra de qualquer jeito no banheiro (29); ou  tenta segurar para achar uma solução menos perigosa (17)?

8 )

Bem, ainda há uma chance de escapar! Um cidadão de nível infra-vermelho (inferior ao seu agora) está se aproximando. Mesmo sendo alguém não muito confiável você pode passar sua tarefa a ele (25); ou  resolver você mesmo seus problemas (2).

9)

Você ignora o pedido de chamada do computador. “Ele é muito burro e nem notará minha falta”, você pensa. De fato, tudo parece correr normalmente. Tentando livrar-se de problemas, você fica perambulando pelos corredores (32).

10)

Você resolve não ir a reunião, já que não é obrigatório. Assim é mais seguro (você espera). Continua no parágrafo 7.

11)

O quê? Como ousa apontar uma falha no meu sistema? Morra!” ZOIM! Você vira pó. Não se desanime. De algum modo você teria que morrer… MAS! Um clone veio substituí-lo.  Começe tudo denovo (1).

12)

Na tentativa de fuga na sua situação o pior acontece: você não segura mais e faz ali mesmo no corredor. O que você fez? Isto é TRAIÇÃO! A traição é punida com a morte. Não desanime, pois muitos e muitos morrem a cada dia por aqui, você é apenas mais um cidadão INfeliz…

13)

Feliz da vida com o novo nível de segurança você sai pelos corredores a procura de corredores e lugares vermelhos (cor de seu novo nível) onde antes não podia passar. Mas antes que você possa chegar a lugar algum surge um cidadão de nível superior ao seu (por mais que você passe de nível, sempre haverá cidadãos de nível superior ao seu). Ele diz: “você deve ser o novo cidadão de nível vermelho. Bem, teremos que ver se você merece mesmo este nível. Terá que fazer um teste”. Você aceita (38) ou  não aceita(26) o teste?

14)

Você pensa que não há outro jeito mesmo e resolve pegar a fila. Para sua surpresa a fila avança muito rápido e em muito pouco tempo (uma meia hora) chega sua vez. Você retira o documento importante e tem 30min. para achar aquele cidadão e entregá-lo o documento. Continua no parágrafo 16.

15)

Você prefere ir normalmente pelo corredor que leva até o computador quando um canhão sai da parede e atira em você. O tiro passa raspando pela sua cabeça. Você não pode fazer nada. Esta é uma legítima falha do sistema de armamentos do computador. Porém, apontar falhas é traição. Traição é punida com a morte! Temendo outras falhas,  você prefere seguir rastejando-se (33).

16)

Você segue a procura daquele cidadão e chega até o local onde você recebeu aquelas ordens. Já é cinco para a meia noite e ele não está ali. Você resolve esperar e meia-noite em ponto ele aparece. Que sorte!!! Muito bem, vejo que você trouxe o documento. Ele pega o documento e o rasga no meio. “Não preciso mais disso” – ele diz. Sem entender nada você sai dali. Chega por hoje. É hora de se recolher. Continua no parágrafo 40.

17)

Você se segura mais um pouco quando parece que alguém se aproxima.Continua no parágrafo 21.

18)

Recusando você diz que tentará achar um banheiro para infra-vermelhos. Depois que ele foi embora você não agüenta mais, tem que entrar no banheiro agora! Você entra (31); ou  tenta fugir (12)?

19)

“Mas onde poderei achar tal documento?” – você pensa. Enquanto isso aparece um cidadão infra-vermelho com um documento na mão. “Por acaso você sabe onde devo entregar esse documento importante?” – ele pergunta. O quê você diz? “Claro, dá ele aqui que eu entrego para você” (39) ; ou  “Vem comigo procurar o cara que quer este documento” (30)?

20)

Como ninguém se oferece a reunião termina e você segue seu passeio pelos corredores. Continua no parágrafo 7.

21)

É apenas um infra-vermelho, como você. Ele também procura um banheiro e parece mais apertado que você. “Por favor…” – começa ele – “você poderia cuidar… para que eu entre… no banheiro?”. Mas antes que você possa dar resposta ele agradeçe: “Muito obrigado, volto num segundinho…” – diz ele já entrando no banheiro. Agora você pode:  denunciá-lo por entrar no banheiro não permitido (3); ou  protejê-lo, cuidando para que ninguém o veja (27).

22)

“Muito obrigado, você evitou uma catástrofe” – agradeçe o cidadão ao sair do banheiro – “agora deixe que eu cuido para que você vá ao banheiro.” – ele diz com um olhar meio suspeito. Agora você pode  aceitar (36) ou recusar(18).

23)

Todos o aplaudem pela sua atitude corajosa. Tudo é muito rápido. Você já está diante do “corredor da morte”. Sua meta é atravessá-lo. Embora seja muito difícil sair vivo você se lembra daqueles que já conseguiram esta façanha. Você respira fundo e parte em disparada pelo corredor. Você já alcança a metade do corredor de 2km só desviando dos misseis que quase o atingem. Então aconteçe. Você pisa numa mina contra cidadões que não são do nível mais alto e que gera uma enorme explosão (só sobre você). Você é desintegrado e não voltará tão cedo…

24)

Você resolve que não tem jeito de esperar e entra no banheiro. Muito aliviado você sai. Felizmente ninguém o notou. Continua no parágrafo 13.

25)

“Ei você!” – você chama o cidadão de nível infra-vermelho. Ele chega até você e responde: “sim?”. “Você deve conseguir para mim um documento importante, dentro de meia hora!” – você ordena. “Tudo bem” – ele responde já dando meia volta e saindo a procura do documento. Sem nada para fazer você resolve esperar e para sua surpresa pouco tempo depois ele está de volta. “Aqui está” – diz ele lhe entregando um envelope fechado onde diz: “documento importante”. “Bom trabalho” – você diz a ele enquanto ele já se vai. Beleza! Você conseguiu o documento meia hora antes da meia noite! Agora SÓ falta achar aquele cidadão e entregar-lhe o documento. Continuano parágrafo 16.

26)

“O QUÊ? Como ousa negar serviço a um cidadão de nível superior ao seu? TRAIDOR!” ZOIM, você foi desintegrado. Um clone seu virá substituí-lo algum dia…

27)

De repente aparece um cidadão de nível esmeralda, mas parece que não vai ao banheiro. Ele passa desconfiado mas segue. Logo seu companheiro infra-vermelho sai do banheiro aliviado. Se você  já foi ao banheiro, vá para o parágrafo 34 ; se  ainda não foi vá para o parágrafo 22.

28)

Isto é muito fácil! Você berra “O Computador é louco, vamos acab…” Você é desintegrado na hora. INfelizmente um clone veio substituí-lo. Bem, você terá que encarar. Você pode pegar a fila (14);  procurá-lo em outro lugar(19); ou desistir (35).

29)

Graças a Deus! Que alívio… Agora é só sair e… OPS! Você foi visto.  Continuano parágrafo 21.

30)

Vocês seguem a procura daquele cidadão e chegam até o local onde você recebeu as ordens. Já é cinco para a meia noite e ele não está ali. Vocês resolvem esperar e meia-noite em ponto ele aparece. Quando ele vê que você está acompanhado ele pergunta: “Como ousa contar para alguém sobre este documento importante e secreto. Você não sabe manter sigilo? Morram!” Uma explosão dá-se sobre você, o documento e seu “amigo”.
Bem, você não soube cumprir as ordens direito…

31)

Não agüentando mais você finalmente entra no banheiro. Por sorte não aparece ninguém e você sai aliviado. Pouco depois de sua saida aparece um cidaão de nível superior e diz que tem um servicinho para você. Essa não! Sem poder recusar,  continue no parágrafo 38.

32 )

Após algumas voltas pelo complexo você vê que já é hora da reunião da sua Sociedade Secreta dos Traidores Anônimos (SSTA). É um tanto perigoso pertencer a esta sociedade secreta, já que é traição, porém pode ser divertido. Agora você decide ir à reunião do SSTA (4); ou  continuar passeando pelos corredores, já que é mais seguro (10)?

33)

Você segue o corredor rastejando, temendo qualquer falha do computador. Após 10km de corredor, você finalmente chega à sala do computador. Ao entrar, ele pergunta:
– Você é feliz, cidadão?
– Sim – você responde.
– Você acha que devo melhorar algo?
E agora, o que você responde?  “Claro que não, está tudo perfeito” (5); ou  “O sistema de armamento está falhando” (11)?

34)

“Muito obrigado” – agradeçe o cidadão infra-vermelho ao sair do banheiro. “Não foi nada” – você responde. Tentando fugir de tarefas você segue seu passeio pelo corredor. Mas, de repente, o inevitável: um cidadão, de nível superior é claro, o aborda. Ele diz que tem um trabalhinho para você. Você aceita (38) ; ou diz que já está cheio de tarefas e se nega (26)?

35)

“Bem capaz que eu vou sair por aí para procurar um documento desses numa hora destas! ” – você pensa. “Se esse cara acha mesmo importante, ele que vá buscar. Já chega por hoje”. Continua no parágrafo 40.

36)

Você agradesse e entra no banheiro tranqüilo. Pouco depois você escuta: “TRAIDOR!”, então entram dois soldados de alto nível para liquidá-lo. É, você foi denunciado. Agora é só esperar para que algum dia um clone venha substituí-lo…

37)

Mesmo subindo de nível, não é permitido sua presença neste banheiro.  Se você já foi ao banheiro, continue no parágrafo 13, se não… Você não agüenta mais! Você entra agora no banheiro (24); ou  vai fugir deste lugar (12)?

38)

“Você deve ir buscar um documento da maior importância para mim até o final do dia” – ele diz. “Tudo bem” – você responde. Ele vai embora e você fica pensando: “até o final do dia? Bem, isto é fácil (sem contar que já são 11h da noite)”. Desesperado você sai correndo pelos corredores a procura do documento importante. Mas espere! Como alguém confiaria em você a realizar um serviço da maior importãncia? E que documento é esse? Onde encontrá-lo? E em apenas uma hora!? Se você ainda é um infra-vermelho, continue no parágrafo 2; mas se você já  passou de nível e é de nível vermelho, continue no parágrafo 8.

39)

“Tudo bem”, ele responde e lhe entrega o documento. Que sorte, agora você tem 30min. para encontrar aquele cidadão e lhe entregar o documento.Continua no parágrafo 16.

40)

Bem, agora você já pode ir para o seu quarto, depois de tudo o que você passou por hoje. Parabéns, você conseguiu sobreviver! Mas espere! Antes que você possa ir para o quarto você recebe uma mensagem do computador: ele quer que você se apresente imediatamente. Sem outra escolha você vai até o computador. O computador ordena:
“você deve-me escrever um relatório sobre o que você achou desta aventura!”. Isto é uma ordem. Você vai escrever um relatório a ele (deixando um comentário nesse post); ou vai se recusar e ir embora (6)?

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é um traidor.

Por Akanadin.

Bleach 370: Spoilers

Bleach 370: Spoilers.

Bleach 370 Spoilers
Bleach 370 Spoilers

Spoilers do Capítulo 370 de Bleach.

Spoiler número #1.

Tradutor: Urahara

Para ler o spoiler, selecione o texto em preto abaixo.

Começa abaixo o spoiler.

Uma grande explosão. Uma nuvem de fumaça. Hachi e Soi Fon creem que derrotaram Barragan. Então, a fumaça baixa e ele está novo em folha. Ele diz: “Ridículo”.

A cena muda para a batalha de Halibel. Ela está enfrentando Liza. A luta segue apertada, mas Lisa parece estar sendo mais pressionada. Halibel diz: “Não há como vocês, Shinigamis, derrotarem nós, os três Espadas, quanto mais Aizen”. Lisa não fala nada. A luta das duas continua. Hitsugaya voa para o local onde está Aizen, Gin e Tousen. Gin aparece em sua frente e sorri. Hitsugaya tem um flash-back da luta deles na Soul Society. Ele se prepara para atacar Gin, mas Matsumoto aparece. Ela olha para Gin, com um olhar meio triste. Hitsugaya se surpreende.

Aizen somente observa tudo. Ele diz: “Tudo está correndo bem, não é Hinamori?”. Ela diz: “Capitão Aizen, porque você fez tudo isso?”. Aizen sorri e diz: “Eu vou lhe dizer”. A cena muda para Komamura e Hisagi Vs. Tousen. Tousen diz que vai acabar com eles rápido. Então: Bankai.

Fim do Spoiler.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é um spoiler.

Por Akanadin.