Crítica: Falsa Loura

Crítica: Falsa Loura.

Falsa Loura
Falsa Loura

Operária especializada e competente, a bela Silmara (Rosanne Mulholland) sustenta o pai, Antero (João Bourbonnais), um ex-presidiário físicamente deformado pelo fogo e tenta a todo custo reatar relações amigáveis entre o pai e o irmão caçula, o cabelereiro Tê (Léo Áquila). Apesar de atrair e ser atraída pelos homens, Silmara mantém um ambíguo relacionamento com a professora de dança Regina (Luciana Brites). Silmara compensa a deprimente miséria familiar com um comportamento aparentemente agressivo, fútil e despachado. Na fábrica, ela é instada por sua melhor amiga, a também operária Luiza (Vanessa Prieto), a se tornar a “pigmalião” da tímida, desajeitada e solitária Briducha (Djin Sganzerla). Silmara, Briducha e a professora municipal Ligia (Maeve Jinkings), juntam suas economias para assistir o show do grupo “Bruno e seus Andrés”, no Clube Alvorada. Ao se envolver emocionalmente com o ídolo Bruno de André (Cauã Reymond), Silmara passa a representar para suas amigas do trabalho a utópica possibilidade de rápida ascensão econômica e social e se torna um mito entre as colegas Milena (Suzana Alves), Valquíria (Priscila Dias), Fátima (Naruna Costa) e Rosecler (Ingrid Silveira). Somente Luiza, sua confidente, fica sabendo que Bruno a tratou como uma réles prostituta. Ao mesmo tempo, ela desconfia que o pai voltou a atividade de incendiário profissional. Apesar da brutal lição de desprezo com o ídolo pop, Silmara irá repetir o mesmo trajeto abissal quando, através da intermediação do poderoso advogado Dr. Vargas (o cineasta e jornalista Bruno de André), é contratada para passar um final de semana como acompanhante do maior cantor da música romântica brasileira, Luís Ronaldo (Maurício Mattar) e de seu filho Leonel (Emanuel Dórea).

O filme não tem nada demais. Podia passar tranquilo no Canal Brasil e ficar reprisando. Não é tão bonito e bem-feito como os desafinados e nem tem uma história inovadora e criativa. O destaque do filme é a própria Silmara e a trama com seu pai, além das adversidades ao longo do filme. Enfim, é um filme mediano e mais um filme brasileiro que fala sobre pobreza e com muitas cenas de sexo Sabe, o de sempre.

Nota 5 para o filme.

Sexta-Feira farei a crítica de mais um filme Brasileiro: Estômago.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é louro.

Por Akanadin.

Anúncios

Na Teia do Porco Aranha – Poemas de Banheiro

Poemas de Banheiro.

Porco Aranha
Porco Aranha

Porco-Aranha! Porco-Aranha! É mais porco que aranha! Vai tecendo sua teia! Nunca apanha! Só chateia! Ele é Porco-Aranha!

Bom, senhoras e senhoras, Eu sou o Porco-Aranha. Fiz uma longa pesquisa de campo por toda a minha cidade, Manaus, em todos os banheiros. É incrível como a mais bela arte surge dos lugares mais improváveis e inesperados. Nos banheiros, o ser humano tem a oportunidade de fazer o que quiser e o que precisar, desde urinar até… Pergunte aos seus pais. 🙂

Em minha pesquisa, eu selecionei os mais belos poemas de banheiro de todos. Banheiros de escolas, universidades, supermercados, hospitais, aeroportos, hoteis, restaurantes, boates, casas, etc… É claro que eu estava disfarçado de Inpestor Sanitário.

Banheiro Sujo
Banheiro Sujo

É incrível a capacidade desses porquinhos em sujar e rabiscar os banheiros, não importa qual. Eu selecionei os melhores poemas de banheiro que encontrei. Claro que vou postar somente poemas sem palavrões. Então, dá para ver que foi difícil escolher só os sem palavrões. Então, aí vai os poemas de banheiro:

Atenção! Os poemas abaixo contém linguagem vulgar e chula. O ministério da educação, ética e moral e o conselho de aprovação BignadaQuasar, instruiu-me a sempre colocar spoilers e textos polêmicos em preto. Selecione o texto preto para ler e, se o fizer, a responsabilidade será sua, somente sua e apenas sua.

“Não há prazer mais legal

Que cagar num matagal,

E nenhum prazer mais delicado

Que depois de haver cagado.”

“Se cagar for um crime

E a merda um contrabando,

Chamem a polícia

Porque estou me cagando.”

“Os escritores de banheiro,

São poetas de ocasião

Que buscam na merda

Sua fonte de inspiração.”

“O aroma tão profundo

Pela casa se expande

E provoca a partida

Do mau-vindo visitante.”

“Que triste é amar sem ser amado,

Porém é mais triste cagar sem ter almoçado.

Neste lugar, Neste banheiro,

Termina aqui, o esforço de um bom cozinheiro.”

“Se um dia eu me sentasse

Na bacia sanitária

Para pensar em sexo,

Ou em como as pessoas

Literalmente se comem,

Uma frase filosófica

Comporia:

Nem mesmo sinfonia

Inacabada,

Por mais afinada que fosse,

Me levaria

E tomar banho de chuveiro sozinha

Apesar de que a água

É sempre boa companhia…”


“Este é um lugar solitário onde toda vaidade se acaba,

todo covarde faz força e todo valente se caga!”


“Não faça o flamenguista em qualquer lugar
faça na privada”


Clássica:

“Quando sento no vaso
sinto uma sensação profunda
a bosta bate na água
e água bate na bunda”


“elevador
é levador
eleva a dor
e leva a dor”


“Enquanto vc está cagando tem um japonês estudando”


Clássica:

“Cago pra mundo
Cago pro universo
E foi cagando
Que fiz este verso”

Banheiro Detonado
Banheiro Detonado

Bonito. Realmente bonito. Os poemas, não o banheiro.:)

Fico pensando, porque existem tantos poetas de banheiro. Seria medo estou achando, mas há outros motivos a se pensar primeiro. Nem tudo que se faz no banheiro fede e é uma porcaria. O banheiro é um lugar sagrado, onde até o mais tímido poeta se libertaria. Até o maior poeta precisa ir ao banheiro. Necessidade é para até o maior guerreiro. Não há vergonha em ser verdadeiro. Somos poetas de banheiro.

Enfim, deixando a poesia de lado um pouco, é interessante o estado do banheiro em todos os lugares que se pensar, exceto nossas casas (Pelo menos a minha). Parede riscada, privada entupida, fedor desagradável, sujeira no chão. Há lugares que podemos tolerar, mas há alguns absurdos. Já fiz minhas necessidades com sapos ao meu redor. Já tive que fazer no escuro, pois não tinha lâmpada. Tem banheiro que nem funciona, todo arrebentado. Banheiro fechado. Banheiro alagado. As pessoas destroem seus próprios banheiros. Sacanagem. Entrar em um banheiro detonado, sujo, fedorento é literalmente ser pego de calças arriadas. O banheiro é o local onde ficamos bem mais indefesos. Mas há quem faças belos poemas mesmo nessas situações difíceis.:)

Então…

Não faça do seu banheiro um chiqueiro.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é um poema de banheiro.

Por Porco-Aranha.

Gamers adultos confirmam estereótipo: anti-sociais, deprimidos e acima do peso

gamers

Uma equipe de pesquisadores do Centro de Controle e Prevenção de Doenças ( CDC ) dos Estados Unidos realizou um estudo com quinhentas pessoas adultas, com idades entre 19 e 90 anos. O estudo confirmou o antigo estereótipo do “nerd jogador”: a maioria está acima do peso, tem problemas para se relacionar com outras pessoas e frequentemente sofrem de depressão.

Os entrevistados foram convidados a se auto-avaliarem sob vários aspectos, como depressão, personalidade, saúde mental e física, Índice de Massa Corporal ( IMC ), qualidade de vida e hábitos de internet, noticiou o site TG Daily . Todos os entrevistados residem no estado americano de Washington.

nerdy-gamers

Quase metade dos entrevistados, 45% deles, declararam que jogam vídeo game. E dentre esses as mulheres que jogam sofrem mais de depressão e tem mais problemas de saúde do que as mulheres que não jogam, enquanto os homens possuem IMC maior do que os não-jogadores.

“Fatores de risco para a saúde, especificamente um alto IMC e um grande número de doenças psicológicas da atualidade, diferenciam os jogadores adultos dos não-jogadores” disse o dr. James Weaver, do CDC em nota publicada pelo site da BBC .

Quarto do Akanadin

De acordo com o site Telegraph o tempo que passam na internet e o apoio que buscam nas comunidades online também distinguem de forma substancial os jogadores contumazes daqueles que não possuem o hábito de passar horas em frente ao console.

Os que jogam também foram ligados a outros fatores como introversão, confirmando uma pesquisa feita em abril desse ano com adolescentes que ligou o hábito de jogar a um estilo de vida sedentário, propensão a obesidade e problemas psicológicos.

Conteúdo em www.geek.com.br

 

Dio_freitas

Saint Seiya – The Lost Canvas: Capítulo 119

Saint Seiya – The Lost Canvas: Capítulo 119. Título:

Saint Seiya - The Lost Canvas 119
Saint Seiya - The Lost Canvas 119

Leitura Online (Em Inglês):

http://www.onemanga.com/Saint_Seiya_-_The_Lost_Canvas/119/00/

Links para Download:

http://www.4shared.com/file/94605074/1351fcbc/MSLC119_-_PNA.html

Sinopse: A batalha entre Leo e Behemoth continua.

Crítica: Capítulo muito bom. A luta entre Leo e Behemoth é bem legal. Reviravoltas legais aconteceram.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é um cavaleiro.

Por Akanadin.

Naruto 460: Spoiler Confirmado

Naruto 460: Spoiler Confirmado.

Naruto 460
Naruto 460

Site: http://www.narutoshippuuden2009.net/2009/08/spoiler-naruto-manga-460.html
Spoiler do Capítulo 460 de Naruto
Tradução: NS-MX

Para ler o Spoiler abaixo, selecione o texto em preto:

Começa abaixo o spoiler:
A coluna do mangá traz Tsunade, Naruto e Sasuke na capa (confronto um com outro, Sasuke tem olhos de morte.)
O Raikage agarra Zetsu Branco pelo pescoço e pergunta: “Onde está Sasuke?”
Zetsu Branco: Eu acho que vai ficar tudo bem se eu te dê uma dica.
O momento que ele diz para isto, o pescoço de Zetsu parece sido quebrado com um som alto, Zetsu branco está morto?
O Mizukage-sama diz: “Não mate”
Eles foram ordenados para ficar de olho no Hokage, enquanto Reikage quebra parede e ir atrás de Sasuke.
A cena muda …
Madara visita o local onde Naruto está dormindo e pergunta: “Será que podemos ter uma pequena conversa?” Ele é imediatamente recebido com um Rasengan.
Então Yamato e Kakashi aparecem e agarram Madara.
Só vim para conversar. Eu estava interessado em saber como você conseguiu convencer Nagato.
Naruto responde que não importa e pergunta onde está sasuke?
Madara diz, bem falemos do sasuke, que entrou na escuridão, o ódio e a vingança que fazem parte do mundo shinobi.
Cena muda para Sasuke
Sasuke mata os samurai sem hesitações que estavam patrulhando, após notar algo estranho ao redor deles.
Suigetsu vendo isto, diz: ” Você me disse para não matar, e o que você está fazendo agora? ”
Karin sente um chakra incomum de aspecto sombrio e frio a partir de Sasuke, em seguida, alguém com uma grande quantidade de chakra aparece!
Termina com o Raikage e seus dois subordinados encontrando Sasuke.

Comentário: Parece que Sasuke matou pela primeira vez. Como diria o Imperador/Darth Sidious: Ótimo, ótimo! Agora o seu caminho para o lado sombrio está completo.  XD

Fim do Spoiler.

Parece que vai ser muito bom o capítulo.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é um spoiler.

Por Akanadin.

Teorema da Maçã

Teorema da Maçã.

Na Universidade, as mais loucas peripécias e as mais engraçadas pérolas nascem e se tornam famosas. Principalmente, em aulas de ciências exatas, onde os alunos, sobrecarregados com cálculo, física, algebra, química, etc…, tem que descarregar de alguma forma. Na maioria das vezes, saem grandes bobagens como marmanjos fazendo discursos no restaurante de almoço com bandejas e com o corpo pintado, mas algumas vezes sae algo que se aproveite. Como por exemplo, a teoria da maçã.

Maçã
Maçã

Em uma hora e meia de aula da Calculo II, um aluno, querendo mudar o assunto da aula para descontrair, fez a pergunta: “Professor, como um número dividido por zero é zero? Por exemplo: Eu tenho uma maçã. Se eu dividir a maçã com zero pessoas, como ninguém e nem comigo mesmo, então no final eu terie uma maçã, não é? Ninguém comeu a maçã, por isso ela continua inteira. Então, um divido por zero não deveria ser 1?”. Essa pergunta rendeu uns risos e uma rápida reflexão.

Se você perguntar para a maioria das pessoas, elas dirão: “1º mandamento da MATEMATICA. Nunca dividiras por zero”. Entrentanto, isso não é o bastante.

Abaixo, uma leve aula de matématica para ter uma noção das coisas.

A divisão 1/0: indefinida, ou impossível, entre os números

Sendo a e b números, dizermos que a / b = c significa dizer que vale a = b . c .
De modo que perguntar “quanto é um dividido por zero?” é o mesmo que perguntar “qual número, quando multiplicado por zero, dá um?”. Obviamente, não existe nenhum tal número e então não podemos achar um resultado numérico para 1/ 0. Dizemos que a divisão 1 / 0 é indefinida; ou seja: é impossível escolher ( definir ) um número que possa ser atribuído como valor de 1/0.

A divisão 1/0: contornando a indefinição com o infinito

Como vimos acima, não existe nenhum número que possa ser visto como sendo o resultado da divisão 1 / 0. Contudo, muito frequentemente vemos pessoas argumentando da seguinte maneira:

Como os quocientes

1/0.1 = 10 , 1/0.01 = 100 , 1/0.001 = 1000, etc

vão crescendo sem limite, poderíamos pensar num novo objeto matemático, que chamaremos de infinito e que representaria uma quantidade imensamente grande, ou algo desse tipo e colocado com melhores palavras, e o qual seria visto ou definido como sendo o resultado de 1/0. Ou seja: 1/0 = infinito. De modo que 1/0, embora 1/0 seja indefinida no conjunto dos números, ficaria definido através do objeto não numérico infinito.
O que pode-se dizer de uma tal tentativa de atribuir um resultado à divisão 1 / 0 ?

Bem, isso até pode ser feito. Contudo,
nunca poderemos deixar de ter em vista que o tal infinito não é número
Se quisermos realizar operações aritméticas com tal infinito, teremos de levar em conta que isso não será possível fazer de acordo com as regras operatórias que estamos acostumados usar no contexto de operações aritméticas com números
Examinemos isso com mais cuidado.

Um exemplo de regra operatória para números que não podemos abrir mão é:

b . a/b = a

de modo que teríamos de aceitar a validade de: 0 . 1/0 = 1, ou seja: 0 . infinito = 1. Essa última igualdade produz contradições, pois teríamos:

1 = 0 . infinito = 0 . ( 2.infinito) = 2 . ( 0 . infinito ) = 2 . 1 = 2

Ou seja, acabaríamos chegando ao resultado absurdo: 1 = 2.

Assim que, no instante que aceitarmos a divisão por zero, estaremos abrindo a porta do mundo das contradições.

Então, Qual palavra melhor descreve a atribuição ” 1/0 = infinito” ?

Impossível, contraditório.

Bem, depois da aula, é possível notar a fodacidade do zero, do vazio, do nada. Como uma coisa pode ser infinitamente menor ou infinitamente grande ao mesmo tempo? A matemática prova e o BignadaQuasar confirma.

Falando da maçã agora, realmente dividir uma maçã para zero pessoas resulta que ninguém vai comer a maçã. Não vai resultar em infinitos pedaços de maçã. Porém, sendo um professor de matemática malandro, a resposta poderia ser: “Se a maça for dividida por zero, quem for mais esperto vai comer mais. Senão, o bicho da maçã vai comer ela”.  🙂

Enfim, é incrível como uma pequena maçã pode gerar tanta discussão.:)

BignadaQuasar, onde nada é cósmico e nada é tudo.

Por Akanadin.

Terror Religioso: Um nerd em meio a xiitas

Terror Religioso: Um nerd em meio a xiitas.

Perdoe-me os católicos, evangélicos e tal, mas o terror que as religiões causam é muito grande. Quem nunca passou por uma situação constrangedora, foi acusado injustamente, recebeu um comentário preconceituoso, enfim, foi molestado de algum jeito por algum xiita religioso? Bom, eu já.

Caça as Bruxas
Caça as Bruxas

Lembro-me como se fosse ontem, do programa do Leão sobre o assunto Yugiooh. Aquilo foi uma verdadeira caça as bruxas em pleno século XXI. Não bastou crucificar as cartas de Yugioh, também atacou as cartas de Magic e não bastasse atacou até Dragon Ball e outros animes. Frases ditas no programa: “É o capeta!”, “É o diabo!”, “As cartas do demônio!”, “O jogo do Diabo!”, “Satanás vai roubar a alma de seu filho!”, “Todos vamos orar!”. Havia um especialista sobre o assunto no programa, mas PRA QUÊ!? O Leão não deixava ele falar nada. E o pior: Milhares de pessoas sairam nas ruas, depois do programa, para queimar as cartas. Caramba! Que idiotice! Pessoas alienadas! E o Leão é um alienador. De certa forma, ele conseguiu o que queria por um tempo, mas quando saio na rua, vejo muitas crianças com cartas de Yugioh GX. Por causa daquilo, em parte, os animes foram extintos da TV aberta, mas retornaram e nunca anime foi tão popular. Hoje em dia, não sei o que aconteceu com o Programa do Leão e nem quero saber. Ele que vá para o inferno, em vez de querer jogar os outros lá.

Sempre existiram Alienadores e sempre haverão Alienados. As pessoas tem medo. Tem medo de ir para o inferno. Os alienadores dizem qualquer coisa para amedrontar as pessoas. Eles usam o inferno para conseguir tudo que querem. A religião não deveria cegar as pessoas, deveria iluminar suas vidas.

Fogueira das Bruxas
Fogueira das Bruxas

Agora, vou relatar algumas bizarrices religiosas que tive que passar. Estavamos jogando Dungeons & Dragons (Caverna do Dragão, popularmente falando), jogo de RPG de mesa com dados e tudo, e então o bedel da escola viu e disse: “Ei, parem de jogar isso aí. Sabiam que esse jogo é um esquema de Inteligência Santânica”. Paramos de jogar porque ele era o Bedel, mas até hoje não sei o que é Inteligência Satânica. Estava eu lendo Novos Vingadores no ônibus e um evangélico esava passando e disse: “Ei, cuidado com essa revista rapaz. Ela contém infinitas mensagens subliminares. Cuidado!”. Caramba, até aqui. Olhei, mas até hoje não sei qual era a mensagem. O filhe de um colega de trabalho do meu pai comprou um Nintendo 64, já faz tempo, e comprou Banjo-Toie para jogar. Passou o tempo e seu pai devolveu o cartucho. O argumebto dele: “Tem uns personagens subliminares aqui!”. Ele se referia a um feiticeiro indio, pajé no Brasil, que tocava uma flauta e cantava para dar vida a uma estátua dourada. Meu Deus! Como as pessoas podem ter tanta maldade na cabeça. Já vi pessoas venderem tudo que tem para dar o dinheiro ao pastor. Já vi pessoas dizendo tudo que você imaginar como sendo o Capeta. Várias vezes, estava no ônibus e alguam pessoas me aborda: “Você acredita em Deus?”, “Leve Deus para dentro de sua casa”, etc… O cara fica horas e horas falando sobre Deus, fazendo aquele discurso longo, eu cansado, entregando aquele papelzinho de praxe, pedindo dinheiro, até fazendo uma oração no ônibus. Tive um professor de inglês que mais orova na aula do que ensinava inglês. Triste é que ninguém aprendeu nada de inglês. Tem mais situações difíceis, mas por hora basta.

As pessoas dizem qualquer coisa para conseguir o querem e as pessoas acreditam em qualquer coisa que queiram. As pessoas precisam que as outras digam o que tem que fazer, em que acreditar. A religião cega a maioria das pessoas. O pior, é fácil associar o diabo a tudo. TUDO. Por exemplo: “Bill Gates fez um pacto com o Diabo para se tornar milionário, espalhando essas janelas para o inferno onde seu filhos ficam dia-a-dia após dia olhando para os olhos do capeta. Livrem-se de seus computadores! Vendam! Tudo bem-material é um mal!”. E as pessoas acreditariam na boa.

Não é preciso dizer mais nada. Os fatos estão aí. Não devotem cegamente suas vidas a esses alienadores. Tenham um visão mais crítica. Enxerguem a verdade. Não deixem ninguém enganar vocês. Acreditem naquilo que acharem certo.

Enfim, entre a Record e a Globo, a Globo é preferível, pois, pelo menos, não incentivam a Caça as Bruxas em pleno século XXI. Apesar de haver muita coisa idiota e muitos cretinos na Globo, ela é menos pior que uma “Igreja Universal” disfarçada de emissora.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é uma bruxa.

Por Akanadin.