Saint Seiya – The Lost Canvas: Capítulo 118

Saint Seiya – The Lost Canvas: Capítulo 118. Título: Wild Beasts Collide.

Saint Seiya - The Lost Canvas 118
Saint Seiya - The Lost Canvas 118

Leitura Online (Em Inglês):

http://www.onemanga.com/Saint_Seiya_-_The_Lost_Canvas/118/01/

Links para Download:

http://www.4shared.com/file/83461336/df921b21/LC_118_-_O_embate_de_feras__por_Ulisses_-_LAM_e_Marcelo_Ferreira__v1.html

Sinopse: A batalha entre Leo e Behemoth começa.

Crítica: Capítulo bom. O confronto de forças esmagadoras faz a terra tremer. Pelo que posso ver, a Saga de Hades em Lost Canvas é superior a Saga de Hades de Saint Seiya Classic. Nesse tempo de feriado no Japão, Saint Seiya vem salvando a semana.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é um cavaleiro.

Por Akanadin.

Anúncios

Crítica: Os Desafinados

Crítica: Os Desafinados.

Os Desafinados
Os Desafinados

Os Desafinados é um filme brasileiro dirigido por Walter Lima Jr. Elenco: Rodrigo Santoro, Claudia Abreu, Selton Mello, Alessandra Negrini, Ângelo Paes Leme, Jair Oliveira, André Moraes, Renato Borghi, Vanessa Gerbelli, Ailton Graça.

O filme conta a história de cinco amigos cariocas que formam a Banda Rio Cinco vão para Manhattan tentar se apresentar no famoso Carnegie Hall. Filme que conta um pouquinho sobre o começo da bossa nova dos anos 50, um pouco longo talvez, mas com um ritmo muito bom, um filme romantico, cativante, sem pretensão, um filme para ver com os filhos, com os pais e com os avós. Rodrigo Santoro (cantando muito bem), faz um personagem que sai do Brasil casado, mas se apaixona e vive um romance intenso com uma brasileira que vive nos EUA. Mostra excelentes atores brasileiros tendo que se superar, pois foram necessários aprendizados de piano, violão, apenas Jairzinho Oliveira é músico, com algumas cenas de Nova York nos anos 50 magnificas.

O filme é muito bom. Ganhou o prêmio internacional de melhor trilha sonora e também melhor fotografia. Um filme descompromissado e bonito, melhor que as porcarias que estamos acostumados a ver no cinema brasileiro, onde só mostra sacanagem e besteirol de graça.

Nota 9,0 para o filme.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é brasileiro.

Por Akanadin.

Megadrive: 20 anos

Megadrive: 20 anos.

Mega-Drive
Mega-Drive

Mega-Drive, video-game o qual foi o maior rival do que é considerado o melhor console de todos os tempos, o Super Nintendo. O Mega-Drive não ficava atrás e era tão bom quanto o Super Nintendo. A batalha entre Mario e Sonic sempre foi apertada e quem saiu ganhando sempre foram nós.

Veja o especial sobre o lendário video-game da Sega abaixo:

http://heroi.uol.com.br/conteudo.php?id=2171

Com seus “16-bits” em uma época em que isso era tudo o que importava para definir o avanço de um videogame, o Genesis deixa saudade por marcar o coração de diversos gamers com jogos de qualidade e a época de ouro dos títulos 2D de um ouriço que já foi rival do Super Mario, o nosso querido Sonic The Hedgehog.

O clássico nunca fica ultrapassado.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é 16 bits.

Por Akanadin.

Superman – Esperanças e Destinos

Superman – Esperanças e Destinos.

“É um pássaro, é um avião, não… Droga! É só o Superman. Vamos embora.” Por pessoas de Metrópoles.

“Para o alto e… Aí… Minhas costas!”. Por Superman.

Com grande expectativas, esperei ansioso por Superman Returns e quando vi… Grande decepção. Em 30 anos, o Superman não amadureceu em nada. Então, está na hora de reformular ele no cinema também.

Vejamos abaixo algumas idéias:

Superman e Batman - O Filme
Superman e Batman - O Filme

Os fãs de quadrinhos já estão cansados dessa dupla há muitos anos, nas no cinema seria novidade. Homem de Ferro teve uma participação no filme do Hulk e muitas pessoas babaram de emoção. Superman e Batman seria, pelo menos, lucrativo.

Homem Reciclável
Homem Reciclável

Vamos reformular ele. Funcionou com o Batman e o Incrível Hulk, por que não com o Superman?

Superman do Tim Burton
Superman do Tim Burton

Depois de Superman Returns, vale tudo. A idéia do exentrico diretor Tim Burton seria um Superman sombrio que se contém para não matar a cada soco, mesmo tendo essa vontade reprimida. Ele seria interpretado por Nicholas Cage. Vendo por esse lado, seria melhor o Michael Bay.:)

Superman e Mulher-Maravilha
Superman e Mulher-Maravilha

Mulher Maravilha merece um filme. O Superman precisa de um filme. Juntos seria como matar dois coelhos em uma cartada só. Seria interessante o triangulo amoroso Mulher Maravilha-Superman-Lois Lane. O vilão poderia ser Ares ou Hades, um Deus grego. Seria, no mínimo, interessante. Mudaria os ares em volta do Superman.

A Morte do Superman
A Morte do Superman

Funcionou muito bem nos quadrinhos, rendeu uma animação excelente e poderia resultar em um filme fantástico. O resultado seria avassalador. Com certeza reviveria o Superman no cinema, como fez nos quadrinhos.

Superman Elétrico
Superman Elétrico

Não foi aceito muito bem nos quadrinhos, mas quem sabe… As pessoas poderiam gostar. Com certeza, seria uma mudança brusca para quem está acostumado com o modo Christopher Reeve do Superman de ser.

All Star Superman - O Filme
All Star Superman - O Filme

Dominou o prestigiado prêmio Eisner, será perfeito usar a série como base para reviver o Superman. Seria um bom filme e poderia até ser indicado a alguns Oscars.

Superman e Homem-Aranha
Superman e Homem-Aranha

Poderia acontecer no cinema. Marcaria a união da Marvel e da DC no cinema. Talvez ao lado do personagem mais popular e humano, o Superman ganhasse nova vida.

Superman Vs. Hulk
Superman Vs. Hulk

Diferente da proposta acima, este se resumiria em: Hulk esmaga homem-bandeira voador. Com um alto orçamento, este seria o maior duelo do cinema. Maior que Godzilla Vs. King Kong, Freddy Vs. Jason, Alien Vs. Predador, Robocop Vs. Exterminador, etc… e coisa e tal.

Superman Gay
Superman Gay

Seria uma idéia estúpida, mas… Que sabe se vinga. Seria uma paródia bem sem noção.

Superman Negro
Superman Negro

Podemos deixar o Superman mais sombrio, mais sério, mais imponente, menos escoteiro, menos caricato, menos bobo. Seria uma boa maneira de dar um ar novo a ele. Tim Burton já pensou nisso.

Superman vs Magneto
Superman vs Magneto

Superman e X-Men. Seria uma abordagem nunca usada antes. Como seria o Superman de sempre, só que mutante. Curioso.

Superman Vs. Muhammad Ali - A Revanche
Superman Vs. Muhammad Ali - A Revanche

Sim, isso já aconteceu e o Superman perdeu a luta. Quem sabe dar uma revanche a ele em grande estilo no cinema?

Super Mulher
Super Mulher

Superman… Nunca mais. O poder feminino no cinema.:)

Superman Vs. Goku
Superman Vs. Goku

Superman Vs. Goku. Estados Unidos Vs. Japão. Comics Vs. Mangá. Superman Returns foi ruim e Dragon Ball Evolution foi péssimo. O renascer de dois titãs.

Superman Humano
Superman Humano

Vamos tornar o Superman mais humano. Mais realista. Menos apelão. Nada de empurrar Saturno com as mãos ou detruir uma galáxia com um espirro. Um Superman mais próximo das pessoas. Um Superman mais humilde.

Aids Superman
Aids Superman

Que tal essa abordagem. Um Superman com um assunto sério e polêmico? Seria inovador. Em vez de enfrentar um plano louco e bizarro de Lex Luthor, ele iria enfrentar uma realidade do mundo.

Superman Vs. Spawn
Superman Vs. Spawn

Seria o cross-over mais sombrio possível.

Superman e Batman Vs. Alien e Predador
Superman e Batman Vs. Alien e Predador

Metade do caminho já foi andado. Falta só a outra metade para acontecer no cinema.:)

Superman
Superman

Voltar ao básico. Aprender a fazer o Superman como deve ser feito. Improvável acontecer, mas seria mais saudável.

Enfim, por hoje é só. O post ficou bem grande. Está bom por hora.:)

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada salva o salvador.

Por Akanadin.

Superman – Alone in the Darkness

Superman – Alone in the Darkness.

Superman - The Dark Lost Hero
Superman - The Dark Lost Hero

O caso Warner Vs. Familia Siegel terminou. A família Siegel ganhou na justiça os direitos sobre o personagem. Em 2013, ela terá direitos esclusivos.  Então, a Warner tem até essa data para produzir um filme bom. Digo BOM mesmo e não outra porcaria como Superman Returns.

Interessante saber, que a família Siegel pode vender os direitos de Superman ao estúdio que quiser. Imagine a empresa vender os direitos a Marvel Studios?

Iron Man e Superman... Um futuro próximo ou alternativo?
Iron Man e Superman... Um futuro próximo ou alternativo?

O Batman é o cavaleiro das trevas… Mas o Superman está nas trevas há anos. Superman Returns somente o jogou mais fundo nas profundezas das trevas. Agora o Superman muda de dono e seu destino é incerto. A família Siegel vai receber finalmente o dinheiro que merece, sendo que Jerry Siegel recebeu, não me lembro exatamente, 300 dolares pelo herói. A Warner vai ter que pagar uma fortuna para a família.

É irônico pensar que depois de 70 anos, o Superman com toda sua força, velocidade, poderes, história, feitos, etc… Ainda fica nas sombras do Homem Morcego. É bonito o jogo de palavras: Batman é o cavaleiro das trevas, mas o Superman está nas trevas. É verdade. O Superman tem um total de 5 filmes e o Batman tem um total de 7. Seria o Batman mais interessante que o Superman? Talvez. Seria as histórias do Batman melhores? Talvez, mas creio que não é isso. Por que o maior momento de todos os tempos dos quadrinhos é considerado o confronto final do Batman Vs. Superman em Cavaleiro das Trevas de Frank Miller? Não é preciso responder essa pergunta.

Batman Vs. Superman
Batman Vs. Superman

Se pensarmos bem, refletirmos, veremos que o Superman é um personagem muito melhor que o Batman, consideramdo sua origem, sua composição, sua criação, sua essência. Mas o que foi feito do Superman depois de criado, seu desenvolvimento, não supera toda a história do Batman. A verdade é que o Superman é o personagem mais difícil de se trabalhar. Com ele é possível escrever histórias incríveis, mas ao mesmo tempo corre-se o risco de fazer histórias ridículas. Ambas as opções já aconteceram.

Interessante notar que em cinco filmes, os únicos vilões dos quadrinhos do personagens usados são: Lex Luthor (Todos) e Zod+Kriptonianos renegados (Superman 2). O vilão mais interessante nesse momento seria Brainiac. Seria o vilão perfeito para o Superman – Man of Steel que a Warner planeja, mas é claro que Lex Luthor estará no filme. Vamos evoluir o Superman, Warner.

Em suma, espero que o Superman saia das trevas. Ele merece muito, muito mais do que recebe e ser levado a sério. Assim como o Batman esteve diversas vezes nas trevas e sempre foi resgatado (Obrigado Frank Milller e Christopher Nolan, rezo para que o Superman saia da sombra do homem-morcego.

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada está nas profundezas das trevas.

Por Akanadin.

Crítica: Justiceiro – War Zone

Crítica: Justiceiro – War Zone.

Punisher - War Zone
Punisher - War Zone

Mais um para a lista: Direto para o DVD ou Meses e anos depois da Estréia. Enfim, Justiceiro – Zona de Guerra estreou creio eu dezembro do ano passado. Não foi muito bom de bilheteria, por que era um filme para maiores de 18 e porque Justiceiro não é tão popular mesmo. Enfim, a resenha.

O filme é muito violento. FATO. Ele se baseia na Linha Marvel MAX, onde literamente o sangue jorra, menininhas não podem entrar e os machos dominam. Justiceiro – War Zone não é um filme para pessoas de nervos fracos. Como diria o Galvão Bueno: “É teste para cardíaco!”. A história do filme é: Dois anos se passaram desde Justiceiro, o primeiro. Justiceiro continua sua caça aos grandes chefes da máfia. Frank Castle se tornou muito violento, impiedoso e sangue frio. Porém, por acidente, ele acaba matando um agente federal infiltrado e desfarçado na máfia. Matar um homem de família faz com que Frank Castle repense tudo que tem feito e ele resolve se aposentar. Entretanto, um bandido que acabou sobrevivendo a ele fica estremamente deformado e se torna o Retalho (Quem lê quadrinhos conhece).

O filme é violento sim. Cabeças vão rolar, literalmente. Creio que o Justiceiro não faz sucesso, porque no cinema ele é só mais um. Nos quadrinhos ele é o diferencial, é o heroi que mata, mas no cinema isso é mais do que normal. O filme é bem legal. É mais fiel aos quadrinhos que o primeiro. Aliais, ele é muito filme. Poucos detalhes são diferentes dos quadrinhos. Não um filme super sensacional e chuta o oscar para longe, mas vale muito a pena.

Nota 8 para o filme. Quem curte uma boa carnifinica vai se passar. Esse filme vai cansar de reprisar no FX um dia, assim como Justiceiro 1. 🙂

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é um vigilante.

Por Akanadin.

Games: Perda da Inocência

Revivendo – Games: Perda da Inocência.

Super Mario - Perda da Inocência
Super Mario - Perda da Inocência

Mais um post revivendo pelo poder infinito do Quasar. Games: Perda da Inocência.

É evidente e inquestionável que os jogos de hoje em dia se tornaram muito mais sanguinarios e violentos. Era óbvio que isso iria acontecer, pois os jogadores de video-game da geração passada não poderiam ser crianças para sempre e logo se cansariam de games amigáveis como Super Mario Bros e Pacman.

Para os jogadores de video-game dos dias de hoje, até mesmo uma criança, já se tornou cotidiano e normal explodir a cabeça de alguém com um tiro de escopeta. Pistola, metralhadora, magnum, faca, granada, lança míssil, lança granada, tanque de guerra, etc…, já fazem parte da vida de um garoto de seis anos. O garotinho deve ter um conhecimento melhor de armas de guerra do que um soldado de infantaria. Afinal de contas, é jogando Counter Strike que os meninos da Cidade de Deus aprendem estratégias de guerra para se tornar traficantes.XD

É claro que eu não estou culpando os games pela violência no mundo. A violência iria existir mesmo sem os games. Os games são o reflexo do mundo atual.

Ex: Existem uma infinidade de jogos cujo tema é a Segunda Guerra Mundial.

Pessoas reclamam de jogos assim, mas não adianta esconder que a Segunda Guerra aconteceu. É um fato histórico e deve ser aceito e ensinado nas escolas, assim como nossa realidade atual. Realidade é um escelente tema para um game.

Sinceramente, eu adoro jogos, filmes e histórias violentas. Sangue! Sangue! Sangue! Sangue! Morte!

Porém, acho que a violência nos jogos já está banalizada. São tantos jogos de tiro que nenhum mais causa impacto. Parece que a própria morte não tem mais impacto.

Dizem que os jogos estão se tornando cada vez mais realistas. Qualé? O que tem de realista num único homem matar um exército inteiro de demônios só com duas pistolas? Ou um soldado com uma moto serra fazer o mesmo? Ou um espartano fazer o mesmo, só que exterminando todo o Olimpo? Ou uma mulher civil contra milhares de mortos vivos?

Violento sim, banalizado sim, realista não, impactante muito menos…

Hilário sim… Sádico… Talvez.

Super Mario CS
Super Mario CS

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é banalizado.

Por Akanadin.