HEY, BIGNADA! Discurso do Guile em Street Fighter: A Última Batalha

Discurso do Guile dublado em Street Fighter: O Filme.

Best Discurso Ever. Continuar a ler

Mortal Kombat Bloodsport – Jean Claude Van Damme inspirou o jogo Mortal Kombat

De tempos em tempos, a verdade bate na nossa cara e nós descobrimos algo que já deveríamos saber há muito tempo. A reação sempre é um grande Mindfuck. No caso, foi descobrir que o filme O Grande Dragão Branco (Bloodsport) foi a inspiração para Mortal Kombat.

Mortal Kombat - Bloodsport (Jean Claude Van Damme - Johnny Cage)

Mortal Kombat – Bloodsport (Jean Claude Van Damme – Johnny Cage)

Os criadores de “Mortal Kombat” originalmente queriam um game de luta com o ator Jean-Claude Van Damme, o que nunca aconteceu pois ele tinha um contrato anterior para um game para Mega Drive que nunca saiu do papel. No fim das contas, seu personagem no clássico filme “O Grande Dragão Branco” (foto) serviu de inspiração para o lutador Johnny Cage, de “MK”.

Tudo mundo sabe que o Liu Kang é baseado no Bruce Lee só de olhar para ele. Em Mortal Kombat 2 em diante ele ganhou um visual próprio, mas ainda manteve os gritinhos iguais o do Bruce Lee. Agora eu nunca havia me tocado que o Johnny Cage era o Van Damme. Acho que isso acontece tanto porque eu joguei muito pouco o primeiro Mortal Kombat, joguei muito mais o segundo e o terceiro, e tanto porque eu assisti muito pouco o Grande Dragão Branco.

Van Damme - Johnny Cage

Van Damme – Johnny Cage

Isso leva a algumas questões interessantes em como seria o tal jogo que não saiu que a Midway queria fazer estrelando o Van Damme? Certamente não teríamos essa franquia tão grande de jogos de MK.

Outro fato é que o Van Damme no fim das contas fez o filme do Street Fighter (Que é uma bomba, todo mundo sabe) sendo que faria muito mais sentido ele ter feito o filme do Mortal Kombat e ele acabou fazendo o filme da rival Capcom. Agora, do jeito que ele é, com certeza iria xiar para que ele fosse o protagonista, o que nunca iria acontecer, pois Liu Kang é o cara do Mortal Kombat e não Johnny Cage. Fato que aconteceu no Street Fighter onde o Guile feito por ele foi o protagonista e o Ryu virou um mero coadjuvante sem importância e foi aquela cagada. Ou seja… Isso me leva a acreditar que qualquer adaptação, estrelando um jogo ou fazendo um filme baseado em alguma coisa, feita pelo Van Damme estava fadada ao FRACASSO. haha

Quer prova maior do que essa abaixo:

Street Fighter Movie - The Game

Street Fighter Movie – The Game

Um filme que o Blanka era um cara pintado tosco, o Bison tentava matar o Guile com um painel de arcade e gritava GAMEOVER e o Hadouken do Ryu era uma piscada na tela dispensa apresentação. Um jogo que a jogabilidade era horrível, os gráficos eram toscos e tinha que colocar três fichas para jogar com o Van Damme Guile tanta já diz de cara a que veio. hahahaha

E é isso aew. Para fechar, Mortal Kombat Bloodsport. hehe

BignadaQuasar, onde nada é cósmico e nada é Mortal Kombat – Bloodsport.

Por Akanadin.

Nadacast #44 – Os Mercenários 2

No ar agora o Nadacast #44 sobre Mercenários 2, com direito a capa com os membros do Bignada em uma versão mais brucutu.

Nadacast #44 - Os Mercenários 2

Nadacast #44 – Os Mercenários 2

Fala galera nerd. O podcast desta semana é sobre o filme Mercenários 2, que é a continuação da franquia que reune os brucutos do cinema nos anos 80. Então, let´s do it.

E neste podcast temos pela primeira vez um novo quadro: Leitura dos comentários do Bignada. Agora você, leitor e ouvinte, está sujeito a participar do Bignada sem saber (haha). Todos os podcasts depois deste terão Leitura dos Comentários da Semana (Ou de três anos atrás, quem sabe! kkkkkkk). É o Bignada a um passo a mais do profissionalismo.

Para ir para a página do Nadacast, clique no link abaixo.

http://bignadaforever.blogspot.com.br/2012/09/nadacast-44-os-mercenarios-2.html

E aew? Curtiram o Nadacast? Temos que gravar um podcast sobre os filmes de brucutu em si no futuro. Espero que tenham gostado da leitura de comentários, temo que eu me diverti com ela mais do que vocês irão. hahahahaha.

Para ouvir o Nadacast anterior sobre jogos de WWE, clique no link abaixo.

http://bignadaforever.blogspot.com.br/2012/09/nadacast-43-wwe-nos-games.html

Mundo Bignada, onde nada é para sempre e nada é Os Mercenários 2.

Por Akanadin.

Crítica: Os Mercenários 2 (The Expendables 2)

Os Dispensáveis 2 se provam… Dispensáveis.

Mercenários 2

Mercenários 2

Stallone reclama o quanto as coisas mudaram. Que os astros de ação de hoje em dia não são mais os mesmos, são homens com fantasias coloridas ou ídolos teens do momento segurando armas sem a menor credibilidade. Nesse ponto, analisando friamente, não tem como discordar, isso é fato. Aliáis, isso é verdade demais, os tempos agora são outros e colocar meia dúzia de velhos para fazer filmes de ação também não é bom.

Em Missão Impossível 4 temos Tom Cruise correndo todo destrambelhado parecendo o Mazzaropi e exibindo seu físico detonado. Em Machete vemos um luta final entre Danny Trejo e Steven Seagal que parece um combate de Virtua Fighter de tão truncado. A famosa luta de velho, lembram o duelo entre Darth Vader e Obiwan em Uma Nova Esperança? Então. E por aew vão os exemplos, mas não vamos mais tão longe.

Em Rock Balboa temos um Silvester Stallone até o talo de botox, gordo e com o peitoral parecendo estragado, que levou um golpe do seu oponente nas filmagens e foi parar no hospital. O que eu quero dizer com isso? Schwarzenegger, Willis e Stallone e Van Damme já não são mais os mesmos. Esforço e vontade eles tem, e de sobra, mas não é mais a mesma coisa. O Chuck Norris, por exemplo, não pode correr e só atira numa posição, parece que colaram com fita adesiva a arma no braço dele. É por essas e outras que não podemos ter um combate entre Jet Li Vs. Van Damme ou mesmo Jason Stratham Vs. Van Damme, até mesmo pelo ego enorme do Bailarino e Último Dragão Branco, o que já é outro problema. Enfim, a coisa é bem complicada. Não se iludam com Harrison Ford e Clint Eastwood num filme desses ou que o Schwarzas e Stallone podem sair quebrando paredes com um soco e derrubando cinco, dez  ou vinte caras na porrada como faziam nos anos 80.

The Expendables 2

The Expendables 2

Em se tratando do filme, não tem muito o que analisar. O roteiro é mais do que simples, é simplório. É uma desculpa para ação, o problema é quando a desculpa se extende além da conta. Tem uma cena em que o grupo do Stallone encontra um grupo de mulheres armadas da vila onde estão tirando plutônio que não serve para nada, talvez para colocar um politicamente correto ali. Tem algumas coisas estranhas como Arnold Schwarzenegger sumindo no começo do filme sem explicação e umas passagens de tempo do nada.

Tecnicamente o filme também não agrada. A imagem é toda granulada. A desculpa é que é para simular a imagem de um VHS, mas incomodou e parece-me desculpa furada. Tem uns CGI mal feitos com um helicóptero de PS1 e o sangue 32 bits também, mas o sangue do primeiro filme também é assim, então tudo bem. Além disso, a fotografia do filme é meio ruim também, apesar da cena dos três brucutus: Schwarzenegger, Willis e Stallone saindo de trás do vidro com tiros de metranca valer um poster na minha parede. hehe). As lutas mano a mano do filme também são muito fraquinhas. Stallone Vs. Stone Cold é MUITO mais bem feita e eletrizante do que Stallone Vs. Van Damme, isso só pra começar, pois o primeiro filme tem bem mais porradaria.

Sobre as atuações, eu achei a química entre os personagens ruim. Stallone e Stratham mantém o protagonismo no filme, só que dessa vez o careca do Carga Explosiva cede espaço para Schwarza, Willis e Norris, o que não necessariamente é ruim. A diferença é que o Stratham está em melhores condições físicas de fazer ação. Dolph Lungdren virou alívio cômico no filme, Terry Crews praticamente não fala e Randy Couture nem existe e estes dão lugar para uma chinesa que não serve pra nada. Schwarzenegger, Willis, Jet Li e Chuck Norris fazem “pontas de luxo”, o pior é que a participação deles é a melhor coisa do filme. Em contrapartida, o Van Damme ficou muito bom como vilão, bem melhor do que o “Maroni” no primeiro filme. No lugar do Mickey Rourke entra Liam Hemsworth para ser a carga dramática do filme, só que o Irmão do Thor não é tão efetivo. Ele até tem carisma, mas quando fala que “Mataram meu cachorro” no filme é de dar vergonha. kkkk

Para salvar o filme, temos o carisma dos atores, cenas de ação sem frescura e várias piadinhas cheias de referências. O começo do filme, totalmente estilo 007 já iniciando com uma cena de ação antes do título do filme aparecer, é muito boa, mas depois dela o filme perde o ritmo. As piadinhas são diversas, apesar de me soarem mais artificiais e menos espontâneas nesse do que no primeiro, mas vale pelas citações e referências a filmes como Exterminador do Futuro, Rambo, Vingador do Futuro, Indiana Jones, Lobo Solitário, etc… Até mesmo referências a vida real são bem legais. No filme, como todo mundo já sabe, tem uma tirada aos famosos Chuck Norris Facts. Schwarzenegger então solta umas tiradas ótimas.

Bom, é isso aew galera. Na segunda vez que eu assisti o filme já não foi tão bacana. Ele não tem o estilo que o primeiro tinha, além do que Stallone é melhor diretor que o Simon West, mas vale pela intenção, esforço e carisma dos atores. É sempre bom ver um filme de ação desse tipo no cinema, mas com a bilheteria péssima que teve não duvido esse seja o último da franquia.

Nota 6,5 para Mercenários 2.

BignadaQuasar, onde nada é cósmico e nada é The Expendables 2.

Por Akanadin.

Os Mercenários 2 – Assista a brucutus cenas do filme

Os Mercenários 2 (Expendables 2)

Os Mercenários 2 (Expendables 2)

Na próxima semana estréia Mercenários 2 no Brasil e nós vamos botar para explodir aqui no Bignada nesse meio tempo. Assista abaixo alguns clipes/cenas do filme mais brucutu/macho do ano e veja o qual motherfucker ele será.

The Expendables 2 – Clip 1 – Stallone e Statham

The Expendables 2 – Clip 2 – Stallone e Statham

The Expendables 2 – Clip 3 – Smart Car – Arnold Schwarzenegger e Bruce Willis

The Expendables 2 – Clip 4 – Airport – Sylvester Stallone, Arnold Schwarzenegger, Bruce Willis, Jean-Claude Van Damme, Chuck Norris and Cia.

The Expendables 2 – Clip 5 – Take your life – Sylvester Stallone Vs. Jean-Claude Van Damme

Fodástico. Se ainda te faltam motivos para assistir o filme (O que eu duvido pelo que conheço dos leitores do blog), Terry Crews te apresentada sem enrolação seis motivos para assistir o filme de forma bem direta. hehe

“Explooooooooooooooooooooooooooooooooooooosiooons!”

“É tão viril que vai fazer com que você fique grávida!”

“Ei, senhoritas, o filme vai fazer pêlos crescerem no seu peito!”

“Tem um suprimento semanal de vitaminas armas”

“Vai acabar com o seu mundo!”

“Veja os Mercenários no cinema! Terá bombas, armas e EXPLOSÕÕÕÕÕÕÕÕEEEEESSSSS”

Nada mais precisa ser dito. hehe

Mercenários 2 já estreou nesse fim de semana passado nos E.U.A. e fez 5 milhões a menos que o primeiro filme, o que me surpreendeu, por que eu pensei que esse segundo filme teria mais apelo que o primeiro, por ter Schwarzas e Bruce Willis mais ativos, além do Chuck Norris e o Van Damme. O trailer também é mais explosivo, achei que ele seria superior ao primeiro em bilheteria.

Se você for ver, o filme é de nicho. Não tem apelo com a criançada e a mulherada por exemplo, ele fala mais com nós, orfãos desse cinema brucutu do herói com uma metralhadora explodindo todo mundo. Também é um filme mais violento, enfim são vários fatores agregados. Agora, longe de ser um fracasso, pois é praticamente um filme de baixa produção comparado aos blockbusters modernos.

O filme estréia dia 31 aqui no Brasil, assistiremos na estréia e será devidamente gravado o podcast sobre o filme.

BignadaQuasar, onde nada é cósmico e nada é Os Mercenários 2 – Clips.

Por Akanadin.

Os Mercenários 2 (The Expendables 2) – Trailer

Saiu o trailer oficial de Mercenários 2. Confira abaixo:

Tem os mesmos brucutus do primeiro filme, mais explosões, Bruce Willis, Round House Kick do Chuck Norris, I´m Back do Swarzzernegger, voadora do Van Damme,… Acho que vai superar fácil fácil o primeiro filme.

BignadaQuasar, onde nada é cósmico e nada é Mercenários 2.

Por Akanadin.