Dungeons & Dragons – Warner compra direitos para um filme no cinema

E Dungeons and Dragons ganhará uma nova chance no cinema.

Dungeons and Dragons - Warner

Dungeons and Dragons – Warner

Saiba mais detalhes abaixo:

Dungeons & Dragons, um dos RPGs mais populares domundo, que ganhou em 2001 um filme esquecível, vai voltar aos cinemas.

Segundo o Deadline, a Warner Bros. está adquirindo os direitos de adaptação ao cinema e trabalhará em cima de um roteiro já existente, de autoria de David Leslie Johnson (A Garota da Capa Vermelha).

Comprado pelo estúdio em 2012, o roteiro de Johnson, intitulado Chainmail, usava como base o jogo homônimo, precursor dos RPGs, que Ernest Gary Gygaxdesenvolveu com Jeff Perren em 1971. O game de miniaturas medievais veio antes de Gary Gygax se juntar aDavid Arneson para criar o mais famoso dos role playing games, D&D, em 1974. (Contamos a história de Chainmail e D&D no nosso artigo sobre RPGs.)

A ideia da Warner é pegar esse roteiro com base em Chainmail e expandir o mundo para introduzir no script toda a mitologia de Dungeons & Dragons. Ainda de acordo com o blog, dado o interesse por histórias de fantasia como O Hobbit e Game of Thrones, o estúdio está tratando o projeto como prioridade e começa agora a procurar diretores interessados.

Na produção estão Courtney Solomon e Roy Lee. Solomon é o diretor do filme de 2001, que tinha Jeremy Irons encabeçando o elenco.

E surge a nova esperança de um filme decente de Dungeons and Dragons. Não aqueles lixos que foram lançados antes.

Dungeons and Dragons – The Movie – Trailer:

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Dungeons and Dragons 2 – Trailer:

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Dungeons and Dragons 3 – Trailer:

…………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………

Já chega, por que nossos leitores não merecem ver essas abominações. hahaha

E que a Warner faça um filme decente baseado no universo de Dungeons and Dragons.

Mundo Bignada, onde nada é um novo mundo e nada é D&D The Movie.

Por Akanadin.

Retorno do Duelcast no Mundo Bignada! FIGHT!

Lembram que há um tempo atrás tivemos um Nadacast Especial de nome Duelcast, onde nós colocamos o Seiya e o Kratos para sairem na porrada usando Sistema D20/D&D 3.5 de RPG, com narração e tudo mais?

Duelcast #1 - Kratos Vs. Seiya

Duelcast #1 – Kratos Vs. Seiya

Então… Naquela vez, foi uma experiência nossa de um novo formato de podcast e parece que deu MUITO certo. O podcast em si foi bastante acessado/ouvido e a galera realmente se empolgou com o episódio em questão.

Para ir para o post do Duelcast #1, clique no link abaixo:

Duelcast #1 – Kratos Vs. Seiya

Claro que nem tudo é perfeito. A gente conseguiu caprichar na edição (Abertura, trilha sonora, narração, história de fundo, clima, etc…), mas na hora do combate mesmo a gente se atrapalhou em narrar o que tava acontecendo. Ficamos mais jogando e faltou descrever melhor o duelo, mas foi muito legal. Foi um das paradas mais divertidas e prazerosas de se gravar e muita gente curtiu.

Então, vamos resgatar esse formato de podcast, então em breve… Novos confrontos alucinantes com tudo que vocês tem direito e sempre visando uma grande qualidade de edição e de narração. Por isso, fiquem ligados… Aqui no Mundo Bignada.

Mundo Bignada, onde nada é um novo mundo e nada é Bignada Duelcast Returns!

Por Akanadin.

Duelcast #1 – Kratos Vs. Seiya

Está no ar agora, o mais novo projeto do Bignada de nome: DUELCAST.

Basicamente, é um duelo entre dois personagens famosos, geralmente de universos diferentes, entre si usando sistema D20. Nós narramos o combate e então elegemos o vencedor, não através de argumentos e mimimi, mas sim através dos resultados dos dados e das habilidades deles. Então… Senhoras e senhores, o primeiro de muitos, assim espero, Duelcast.

Nesse primeiro episódio: Kratos Vs. Seiya.

Duelcast #1 - Kratos Vs. Seiya

Duelcast #1 – Kratos Vs. Seiya

No primeiro episódio, Kratos, o Fantasma de Esparta, enfrenta Seiya de Pégasus. Uma batalha épica entre duas lendas. Eu, Akanadin, e Quasar Boy levaremos vocês em uma viagem até a Grécia antiga e de volta a futuro no Santuário de Atena, nas Doze Casas dos Cavaleiros de Ouro. Então, apertem seus cintos e divirtam-se com uma confronto além da imaginação.

Para ir para a página do Duelcast, clique no link abaixo:

http://bignadaforever.blogspot.com.br/2012/08/duelcast-1-kratos-vs-seiya.html

E aí? Esperamos que gostem do Duelcast. Não vamos dar spoiler de quem venceu.

Com algumas ressalvas minhas, ficou de fato muito bom. A primeira vez é sempre difícil, mas eu me diverti muito gravando esse podcast. Ao menos fiquei muito envolvido enquanto bolava o argumento, narrava a história e rolava o combate. Então, apreciem as minhas contas de matemática milagrosas. haha

Tem até cena pós-créditos. haha. XD

Mandem sugestão de confrontos que vocês gostaríamos que ganhe vida no Duelcast. De preferência com a ficha completa dos personagens envolvidos para nos poupar tempo. hahahaha

Mundo Bignada, onde nada é para sempre e nada é Duelcast #1 – Kratos Vs. Seiya.

Por Akanadin e Quasar Boy.

Nadacast #35 – Espadas e Dragões nos Games

E o podcast de hoje é sobre jogos de fantasia com espadas e dragões.

Nadacast #35 - Espadas e Dragões nos Games

Nadacast #35 – Espadas e Dragões nos Games

Fala galera nerd. Este é o segundo Nadacast sobre games do Mundo Bignada, o primeiro foi sobre a morte do fliperama. Acredito vamos falar mais sobre games a seguir. No podcast de hoje, o assunto são jogos de fantasia com cavaleiros, bárbaros, monstros, magos, dragões, etc… Caso queiram saber, sendo que ninguém perguntou, eu (Akanadin) e o retornado Quasar Boy gravamos esse podcast, por que eu joguei The King of Dragons o fim de semana inteiro (haha). Então, enjoy.

Para ir para a página do podcast, clique no link abaixo:

http://bignadaforever.blogspot.com.br/2012/06/nadacast-35-espadas-e-dragoes-nos-games.html

E aew, curtiram o podcast? O especialista em Warcraft do Bignada não vai gostar da gente ter só citado o jogo e passado a diante. hahaha

Para ouvir e/ou baixar o Nadacast anterior sobre Prometheus, clique no link abaixo:

http://bignadaforever.blogspot.com.br/2012/06/nadacast-34-prometheus.html

Até o próximo podcast.

Mundo Bignada, onde nada é para sempre e nada é Nadacast #35 – Espadas e Dragões nos Games.

Por Akanadin e Quasar Boy.

Paranoia – Um Dia de Sobrevivência

Paranoia

Paranoia

Paranoia é um dos maiores clássicos dos RPGs. Trata-se de um dos cenários mais divertidos, perigosos, criativos, dinâmicos e engraçados de todos os RPGs de mesa. O Humor Negro e as possibilidades de Paronia o tornam um clássico dos RPGs.

Eu estou escrevendo um livro/história usando Paranoia como base. Está mais para um fanfic, mas tá ficando legalzinho. Em breve eu lanço aqui. Na verdade, eu tenho algumas histórias solos que escrevi, mas ainda não recebi carta branca para lançar.:)

Abaixo, um pequeno aperitivo para saber o que é Paranoia. Um aventura solo ambientada em 40 partes. As partes não fazem sentido se lidas em ordem. Ao fim das partes, um instrução o guiará até a parte de número tal. Comece pela parte número um abaixo e ela indicará para qual parte deve ir. Divirta-se!

Um Dia de Sobrevivência

Você é feliz cidadão? Se é, começe lendo o parágrafo 1, se não, morra!

1)

Você é um cidadão de nível infra-vermelho. Seu único objetivo é sobreviver. Você é convocado para falar com o computador. O que você faz?  Vaicaminhando normalmente pelo corredor até chegar ao compudador (15);  Prefere ir rastejando até lá (33); ou  prefere não se apresentar (9)?

2)

Com muita pressa você vai até o departamento de documentos importantes. A fila é longa e com certeza até sua vez chegar já será mais que meia noite. Você pode pegar a fila mesmo assim (14);  tentar achar o documento emoutro lugar (19);  desistir de sua missão (35); ou  tentar se matar (28).

3)

Ali! Um TRAIDOR!” – você grita a um cidadão de nível esmeralda que passa pelo corredor. O sujeito infra-vermelho do banheiro é preso e você é premiado: você passa do nível infra-vermelho para o nível vermelho. Parabéns!  Continua no parágrafo 37.

4)

A reunião é a de sempre, gente contando o que fez, como conseguiu trair o computador, os planos traidores para o futuro, etc. O bom disto é que você pode conversar com os amigos. A maioria aqui é infra-vermelho. Muitos já morreram por pertencer a este grupo, por isso cada reunião é feita num local diferente. O presidente da sociedade propõe: quem é o valente que quer atravessar o corredor de maior nível de segurança do complexo? Quem conseguir levará um grande prêmio!
Esta seria a maior das traições. Como você é um inútil mesmo você poderiaaceitar a proposta (23); ou prefere continuar vivendo (20)?

5)

Ok. Você pertence a alguma sociedade secreta?”, pergunta ele denovo. “Não”, você responde mentindo.
Já sabendo a seqüência das perguntas de cor você segue respondendo sem pensar as outras 45 perguntas. Finalmente a sessão termina e você é liberado (32).

6)

Você recusa a ordem do computador sobre o relatório. Esta traição é inclonável! Seu corpo é desintegrado para sempre. Seu código genético é perdido. Você nunca mais poderá voltar ao mundo de Paranóia! Pelo menos tão cedo…

7)

Andando pelos corredores você pode ver o banheiro. Hoje a cor do banheiro é esmeralda, ou seja, não é para seu nível de segurança. Portando você não poderá entrar lá. Bom, sorte que … NÃO! Você está apertado, e precisa ir ao banheiro. Ir logo, senão… E agora? Você  entra de qualquer jeito no banheiro (29); ou  tenta segurar para achar uma solução menos perigosa (17)?

8 )

Bem, ainda há uma chance de escapar! Um cidadão de nível infra-vermelho (inferior ao seu agora) está se aproximando. Mesmo sendo alguém não muito confiável você pode passar sua tarefa a ele (25); ou  resolver você mesmo seus problemas (2).

9)

Você ignora o pedido de chamada do computador. “Ele é muito burro e nem notará minha falta”, você pensa. De fato, tudo parece correr normalmente. Tentando livrar-se de problemas, você fica perambulando pelos corredores (32).

10)

Você resolve não ir a reunião, já que não é obrigatório. Assim é mais seguro (você espera). Continua no parágrafo 7.

11)

O quê? Como ousa apontar uma falha no meu sistema? Morra!” ZOIM! Você vira pó. Não se desanime. De algum modo você teria que morrer… MAS! Um clone veio substituí-lo.  Começe tudo denovo (1).

12)

Na tentativa de fuga na sua situação o pior acontece: você não segura mais e faz ali mesmo no corredor. O que você fez? Isto é TRAIÇÃO! A traição é punida com a morte. Não desanime, pois muitos e muitos morrem a cada dia por aqui, você é apenas mais um cidadão INfeliz…

13)

Feliz da vida com o novo nível de segurança você sai pelos corredores a procura de corredores e lugares vermelhos (cor de seu novo nível) onde antes não podia passar. Mas antes que você possa chegar a lugar algum surge um cidadão de nível superior ao seu (por mais que você passe de nível, sempre haverá cidadãos de nível superior ao seu). Ele diz: “você deve ser o novo cidadão de nível vermelho. Bem, teremos que ver se você merece mesmo este nível. Terá que fazer um teste”. Você aceita (38) ou  não aceita(26) o teste?

14)

Você pensa que não há outro jeito mesmo e resolve pegar a fila. Para sua surpresa a fila avança muito rápido e em muito pouco tempo (uma meia hora) chega sua vez. Você retira o documento importante e tem 30min. para achar aquele cidadão e entregá-lo o documento. Continua no parágrafo 16.

15)

Você prefere ir normalmente pelo corredor que leva até o computador quando um canhão sai da parede e atira em você. O tiro passa raspando pela sua cabeça. Você não pode fazer nada. Esta é uma legítima falha do sistema de armamentos do computador. Porém, apontar falhas é traição. Traição é punida com a morte! Temendo outras falhas,  você prefere seguir rastejando-se (33).

16)

Você segue a procura daquele cidadão e chega até o local onde você recebeu aquelas ordens. Já é cinco para a meia noite e ele não está ali. Você resolve esperar e meia-noite em ponto ele aparece. Que sorte!!! Muito bem, vejo que você trouxe o documento. Ele pega o documento e o rasga no meio. “Não preciso mais disso” – ele diz. Sem entender nada você sai dali. Chega por hoje. É hora de se recolher. Continua no parágrafo 40.

17)

Você se segura mais um pouco quando parece que alguém se aproxima.Continua no parágrafo 21.

18)

Recusando você diz que tentará achar um banheiro para infra-vermelhos. Depois que ele foi embora você não agüenta mais, tem que entrar no banheiro agora! Você entra (31); ou  tenta fugir (12)?

19)

“Mas onde poderei achar tal documento?” – você pensa. Enquanto isso aparece um cidadão infra-vermelho com um documento na mão. “Por acaso você sabe onde devo entregar esse documento importante?” – ele pergunta. O quê você diz? “Claro, dá ele aqui que eu entrego para você” (39) ; ou  “Vem comigo procurar o cara que quer este documento” (30)?

20)

Como ninguém se oferece a reunião termina e você segue seu passeio pelos corredores. Continua no parágrafo 7.

21)

É apenas um infra-vermelho, como você. Ele também procura um banheiro e parece mais apertado que você. “Por favor…” – começa ele – “você poderia cuidar… para que eu entre… no banheiro?”. Mas antes que você possa dar resposta ele agradeçe: “Muito obrigado, volto num segundinho…” – diz ele já entrando no banheiro. Agora você pode:  denunciá-lo por entrar no banheiro não permitido (3); ou  protejê-lo, cuidando para que ninguém o veja (27).

22)

“Muito obrigado, você evitou uma catástrofe” – agradeçe o cidadão ao sair do banheiro – “agora deixe que eu cuido para que você vá ao banheiro.” – ele diz com um olhar meio suspeito. Agora você pode  aceitar (36) ou recusar(18).

23)

Todos o aplaudem pela sua atitude corajosa. Tudo é muito rápido. Você já está diante do “corredor da morte”. Sua meta é atravessá-lo. Embora seja muito difícil sair vivo você se lembra daqueles que já conseguiram esta façanha. Você respira fundo e parte em disparada pelo corredor. Você já alcança a metade do corredor de 2km só desviando dos misseis que quase o atingem. Então aconteçe. Você pisa numa mina contra cidadões que não são do nível mais alto e que gera uma enorme explosão (só sobre você). Você é desintegrado e não voltará tão cedo…

24)

Você resolve que não tem jeito de esperar e entra no banheiro. Muito aliviado você sai. Felizmente ninguém o notou. Continua no parágrafo 13.

25)

“Ei você!” – você chama o cidadão de nível infra-vermelho. Ele chega até você e responde: “sim?”. “Você deve conseguir para mim um documento importante, dentro de meia hora!” – você ordena. “Tudo bem” – ele responde já dando meia volta e saindo a procura do documento. Sem nada para fazer você resolve esperar e para sua surpresa pouco tempo depois ele está de volta. “Aqui está” – diz ele lhe entregando um envelope fechado onde diz: “documento importante”. “Bom trabalho” – você diz a ele enquanto ele já se vai. Beleza! Você conseguiu o documento meia hora antes da meia noite! Agora SÓ falta achar aquele cidadão e entregar-lhe o documento. Continuano parágrafo 16.

26)

“O QUÊ? Como ousa negar serviço a um cidadão de nível superior ao seu? TRAIDOR!” ZOIM, você foi desintegrado. Um clone seu virá substituí-lo algum dia…

27)

De repente aparece um cidadão de nível esmeralda, mas parece que não vai ao banheiro. Ele passa desconfiado mas segue. Logo seu companheiro infra-vermelho sai do banheiro aliviado. Se você  já foi ao banheiro, vá para o parágrafo 34 ; se  ainda não foi vá para o parágrafo 22.

28)

Isto é muito fácil! Você berra “O Computador é louco, vamos acab…” Você é desintegrado na hora. INfelizmente um clone veio substituí-lo. Bem, você terá que encarar. Você pode pegar a fila (14);  procurá-lo em outro lugar(19); ou desistir (35).

29)

Graças a Deus! Que alívio… Agora é só sair e… OPS! Você foi visto.  Continuano parágrafo 21.

30)

Vocês seguem a procura daquele cidadão e chegam até o local onde você recebeu as ordens. Já é cinco para a meia noite e ele não está ali. Vocês resolvem esperar e meia-noite em ponto ele aparece. Quando ele vê que você está acompanhado ele pergunta: “Como ousa contar para alguém sobre este documento importante e secreto. Você não sabe manter sigilo? Morram!” Uma explosão dá-se sobre você, o documento e seu “amigo”.
Bem, você não soube cumprir as ordens direito…

31)

Não agüentando mais você finalmente entra no banheiro. Por sorte não aparece ninguém e você sai aliviado. Pouco depois de sua saida aparece um cidaão de nível superior e diz que tem um servicinho para você. Essa não! Sem poder recusar,  continue no parágrafo 38.

32 )

Após algumas voltas pelo complexo você vê que já é hora da reunião da sua Sociedade Secreta dos Traidores Anônimos (SSTA). É um tanto perigoso pertencer a esta sociedade secreta, já que é traição, porém pode ser divertido. Agora você decide ir à reunião do SSTA (4); ou  continuar passeando pelos corredores, já que é mais seguro (10)?

33)

Você segue o corredor rastejando, temendo qualquer falha do computador. Após 10km de corredor, você finalmente chega à sala do computador. Ao entrar, ele pergunta:
– Você é feliz, cidadão?
– Sim – você responde.
– Você acha que devo melhorar algo?
E agora, o que você responde?  “Claro que não, está tudo perfeito” (5); ou  “O sistema de armamento está falhando” (11)?

34)

“Muito obrigado” – agradeçe o cidadão infra-vermelho ao sair do banheiro. “Não foi nada” – você responde. Tentando fugir de tarefas você segue seu passeio pelo corredor. Mas, de repente, o inevitável: um cidadão, de nível superior é claro, o aborda. Ele diz que tem um trabalhinho para você. Você aceita (38) ; ou diz que já está cheio de tarefas e se nega (26)?

35)

“Bem capaz que eu vou sair por aí para procurar um documento desses numa hora destas! ” – você pensa. “Se esse cara acha mesmo importante, ele que vá buscar. Já chega por hoje”. Continua no parágrafo 40.

36)

Você agradesse e entra no banheiro tranqüilo. Pouco depois você escuta: “TRAIDOR!”, então entram dois soldados de alto nível para liquidá-lo. É, você foi denunciado. Agora é só esperar para que algum dia um clone venha substituí-lo…

37)

Mesmo subindo de nível, não é permitido sua presença neste banheiro.  Se você já foi ao banheiro, continue no parágrafo 13, se não… Você não agüenta mais! Você entra agora no banheiro (24); ou  vai fugir deste lugar (12)?

38)

“Você deve ir buscar um documento da maior importância para mim até o final do dia” – ele diz. “Tudo bem” – você responde. Ele vai embora e você fica pensando: “até o final do dia? Bem, isto é fácil (sem contar que já são 11h da noite)”. Desesperado você sai correndo pelos corredores a procura do documento importante. Mas espere! Como alguém confiaria em você a realizar um serviço da maior importãncia? E que documento é esse? Onde encontrá-lo? E em apenas uma hora!? Se você ainda é um infra-vermelho, continue no parágrafo 2; mas se você já  passou de nível e é de nível vermelho, continue no parágrafo 8.

39)

“Tudo bem”, ele responde e lhe entrega o documento. Que sorte, agora você tem 30min. para encontrar aquele cidadão e lhe entregar o documento.Continua no parágrafo 16.

40)

Bem, agora você já pode ir para o seu quarto, depois de tudo o que você passou por hoje. Parabéns, você conseguiu sobreviver! Mas espere! Antes que você possa ir para o quarto você recebe uma mensagem do computador: ele quer que você se apresente imediatamente. Sem outra escolha você vai até o computador. O computador ordena:
“você deve-me escrever um relatório sobre o que você achou desta aventura!”. Isto é uma ordem. Você vai escrever um relatório a ele (deixando um comentário nesse post); ou vai se recusar e ir embora (6)?

Bignadaquasar, onde nada é cósmico e nada é um traidor.

Por Akanadin.