Bignada Awards 2011 – Indicados a Melhor Filme Brasileiro do Ano

The Poskar 2011

The Poskar 2011

Agora na categoria de melhor filme nacional do ano… Os candidatos:

-As Aventuras de Agamenon – O Repórter

-Assalto ao Banco Central

-Brasil Animado

-Cilada.com

-O Homem do Futuro

-O Palhaço

-Rio

-Vips

Mundo Bignada, onde nada é cósmico e nada é Bignada Awards 2011 – Melhor Filme Brasileiro.

Por Akanadin e Porco-Aranha.

Bignada Awards 2011 – Indicados a Pior Filme do Ano

The Poskar - Pior Filme do Ano

The Poskar - Pior Filme do Ano

Confira abaixo a lista dos piores filmes do ano:

-11.11.11

-Bruna Surfistinha

-Conan – O Bárbaro

-Deu a Louca na Chapeuzinho 2

-Eu sou o Número 4

-Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2

-Invasão do Mundo – Batalha de Los Angeles

-Lanterna Verde

-O Palhaço

-Se Beber Não Case 2

-Sucker Punch – Mundo Surreal

-Vips

Votem aew na maior merda do cinema de 2011.

Mundo Bignada. onde nada é cósmico e nada é indicado a pior filme do ano.

Por Akanadin e Porco-Aranha.

Crítica: Vips

Vips

Vips

Por algum motivo, eu assisti a esse filme. Seria rápido e mortal, pois eu não tenho muito a falar sobre este longa.

É um filme… Sem impacto algum. Muito fraco. Este é o “Prenda-me se for capaz” brasileiro e piorado. Segundo as fontes do blog, este filme é baseado em um livro, mas segundo os créditos finais do filme é uma obra fictícia. Não sei quem está certo ou errado nessa história, mas tudo bem.

A primeira metade do filme é até boa. Até aquele ponto era um filme normal que estava correndo de forma satisfatória. Aliáis, a primeira metade do filme é tão diferente da segunda que parecem que são dois filmes distintos. Na primeira parte do filme, temos um longa até que bom. Agradável. A fotografia é muito boa. As paisagens são belíssimas. Aqui neste primeiro momento há personagens e diálogos são bons. Então, beleza. O filme vai seguindo, vai indo e aí meu amigo, vem a desgraça. A segunda metade do filme é um desastre. Praticamente tudo que é mostrado e desenvolvido na primeira metade do longa é descartado. A mudança de cena que ocorre em uma já esperada passagem de tempo é brusca demais. É brusca e desleixada demais. Não estou brincando, a segunda metade do filme é muito ruim. Tudo é corrido. Tudo é corrido mesmo. O roteiro aqui é apressado e desastrado demais. Os diálogos são ruins. O filme segue daquele momento e vai até o fim atropelando tudo e todos e o resultado final não agrada nenhum pouco.

Agora, você deve ter notado que Wagner Moura está no filme, não é? Você deve ter visto o nome dele no poster ou sinopse. Se você está pensando em assistir a este filme somente por causa da presença dele, eu digo que estará perdendo seu tempo. Eu poderia dizer que a atuação neste filme está péssima, mas eu creio que era o personagem dele que é muito ruim mesmo. Também posso dizer que além do personagem dele ser muito ruim, também foi muito mal dirigido. Tem alguns momentos bons, mas é mérito total do Wagner Moura mesmo. Se já na primeira metade do filme, o personagem não decola (Isso não foi uma piadinha intencional. XD ), na segunda ele está completamente perdido. Não há o que fazer com este personagem, ele é raso demais.

Bom. É um filme que não te emociona em momento algum. Você não sente uma grande tensão, porque não o porquê se importar com aqueles personagens. É um filme que foi muito mal montado, como disse o Super Obama. Muito provável que tenha sido proposital e era realmente intenção do diretor que as metades do filme parecessem dois filmes distintos, só que são duas metades que não se resolvem, não se sustentam isoladamente e muito menos juntas. Ele falhou no objetivo dele. FAIL. Não como é o livro, mas o filme para mim não funcionou.

Nota ZERO para Vips. Um cocozinho.

Nota Zero/Bostinha

Nota Zero/Bostinha

BignadaQuasar, onde nada é cósmico e nada é Vips.

Por Akanadin.